As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

EUA: 2 milhões de vagas perdidas não voltarão, dizem economistas

Pesquisa constata que, quando o emprego voltar a crescer, terá outro perfil

Carla Miranda

11 de fevereiro de 2010 | 17h22

Um quarto dos 8,4 milhões de empregos perdidos nos Estados Unidos durante a recessão não voltarão mais, segundo pesquisa do Wall Street Journal com 55 economistas.

Para que o país volte a ter o mesmo nível de emprego, essas vagas terão que ser substituídas por funções diferentes em outras indústrias, de acordo com o levantamento.

O motivo é que milhares de empresas dos EUA automatizaram muitas tarefas ou transferiram suas linhas de produção para outros países. “Quando o crescimento voltar, também voltará a criação de empregos”, mas muitas vagas terão perfis diferentes, afirma o WSJ.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.