As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Países considerados mais seguros estão entre os mais endividados

Dados mostram que EUA está em situação pior que o Brasil desde 2008

Carla Miranda

19 de abril de 2011 | 12h32

infografico_wall_street_journal_reproducao.jpg
Evolução da dívida de EUA (azul), Brasil (laranja) e China (vermelho)
Imagem:reprodução

O site do “Wall Street Journal” publicou um infográfico que vale a pena ser guardado na lista de páginas favoritas. Trata-se de uma comparação da relação entre dívida e PIB (produto interno bruto) em 59 países, ano a ano, desde 2006, incluindo projeções até 2016.

O infográfico diz, ainda, qual a nota de classificação de risco da dívida de cada um desses países, pelos critérios da Standard & Poor’s.

O Radar Econômico destaca alguns dados:

– Entre os 15 mercados classificados pela S&P como AAA (o nível mais alto de credibilidade), apenas cinco têm uma dívida equivalente a menos de 50% do PIB: Hong Kong (4,6%), Austrália (22,3%), Suécia (39,6%), Dinamarca (44,3%) e Finlândia (48,4%). Ou seja, na maior parte dos países queridinhos do mercado financeiro, exemplos de segurança para o investidor, a população precisaria trabalhar seis meses seguidos, sem comer, para pagar suas dívidas. Dez dos países com AAA estão entre os mais endividados do mundo.

– Na China, a dívida é cada vez menor comparada com o tamanho da economia. Em 2007, representava 19,6% do PIB; hoje, 17,7%.

– Nos EUA, a dívida explodiu em 2008 e só tende a aumentar. Em 2007, estava em 62% do PIB e no ano passado chegou a 91,6%.

– No Brasil, a relação entre dívida e PIB está em 66,1%.

– O endividamento dos EUA passou o do Brasil em 2008, ano da crise financeira mundial.

– O Japão é o país mais endividado entre os 59 da lista. A dívida corresponde a 220% do PIB. Isso significa que os japoneses precisariam trabalhar dois anos e três meses sem ganhar nada se quisessem honrar os compromissos o mais rápido possível. Mas aqui vale uma observação: a maior parte da dívida japonesa é em moeda local, o que torna o país não tão inseguro para os investidores.

– Hong Kong é o mercado com melhor relação dívida/PIB: apenas 4,6% em 2010. Dois anos antes, essa taxa era menor ainda: 1,3%.

– O Chile é o país latino-americano em melhor situação. A dívida equivalia a 8,8% do PIB em 2010.

– Portugal, que tem a mesma nota de risco que o Brasil (BBB-), tem uma relação dívida/PIB de 83,3%, pior do que a da ex-colônia.

Veja o infográfico no site do “Wall Street Journal” (em inglês)

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.