As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Marca Brasil é a mais sedutora do Bric, diz colunista do Financial Times

Influente jornalista do mundo do luxo faz defesa de produtos brasileiros

Carla Miranda

23 de agosto de 2010 | 11h47

havaianas_cristiana_reali_divulgacao_claudia_elias_29092005.JPG
Havaianas usa Rio e Cristiana Reali para se promover no exterior (foto: Divulgação)

O jornalista Tyler Brûlé, uma influente personalidade no mundo do luxo, fez na sua coluna no jornal britânico “Financial Times” uma inspirada defesa da chamada “marca Brasil”.

Editor-chefe da revista “Monocle“, o canadense radicado em Londres esteve em São Paulo em uma viagem de 72 horas e dessa estada tirou uma reflexão: a de que a marca Brasil é a mais atraente entre os Brics, o grupo de quatro países emergentes (Brasil, Rùssia, China e Índia). “Não importa como eu embaralho as cartas, sempre sai Brasil”.

Admirador do Hotel Fasano (“é uma das marcas que eu gostaria de ver mais quando viajo”), Brûlé começa a listar produtos brasileiros que fizeram parte de sua viagem: “Havaianas ‘Made in Brazil’ que se encontram em minhas malas quando viajo a lugares quentes, avião Embraer ‘Made in Brazil’ que me leva de um lugar para o outro, elegantes cadeiras ‘Made in Brazil’ de Sergio Rodrigues sob meu traseiro e melodias de Bebel Gilberto ‘Written, Recorded and Pressed in Brazil’, e Bárbara Mendes gravada no meu laptop”.

“As empresas de energia do Brasil podem ser o motor da economia, mas são os seus elementos mais ‘softs’ (música, moda, hospitalidade, design) que estão tornando a marca Brasil um tanto mais sedutora e sexy do que as marcas Rússia, Índia e China.”

Leia o artigo no site do “Financial Times” (em inglês)

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.