As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Novo iPhone tentará driblar monopólio da AT&T nos EUA

Apple planeja contrato com operadoras como Verizon e Sprint Nextel, diz jornal

Carla Miranda

30 de março de 2010 | 10h26

Atualizado às 14h30

iphone_divulgacao.JPG
O iPhone, da Apple (foto:divulgação)

A Apple planeja começar a produzir neste ano um novo iPhone em que o consumidor norte-americano possa escolher uma outra operadora além da AT&T, segundo reportagem do Wall Street Journal, que ouviu pessoas ligadas ao negócio.

MAIS APPLE
 Valor de mercado salta 500% desde 2005 e se aproxima de Microsoft 

 Analistas questionam se iPad fará jus ao seu alvoroço

 Executivos da Apple vendem US$ 195 milhões em ações, diz Apple 

Para driblar o monopólio da AT&T, a Apple cogita fazer um novo iPhone que use a tecnologia chamada CDMA, que é usada pelas operadoras Verizon (principal concorente da AT&T), Sprint Nextel e outras que atuam em diversos países, segundo as fontes ouvidas pelo jornal.

Depois da notícia do Wall Street Journal, as ações da empresa na bolsa de Nova York subiram cerca de 2% e atingiram o patamar recorde, observou a agência Reuters.

Até agora, a Apple vinha lançando um iPhone novo por ano, sempre com a operadora AT&T, que tem a exclusividade do produto desde 2007.

No Brasil, quatro operadoras vendem o iPhone – Vivo, Claro, TIM e Oi.

Novo iPhone  

Além do objetivo de se livrar do acordo de exclusividade com a AT&T, a Apple tem outro plano, diz o Wall Street Journal: lançar um iPhone “mais fino” e com um processador mais rápido. A reportagem não dá mais detalhes sobre o novo modelo. A Apple não comentou oficialmente o assunto.

Leia a reportagem no site do Wall Street Journal (em inglês)

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.