As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Obama aparece na frente em pesquisa, apesar da economia

Eleitores não aprovam atual presidente, mas o consideram representante da classe média

Carla Miranda

25 de julho de 2012 | 07h00

Analistas e palpiteiros já repetiriam à exaustão o mantra de que, neste ano, a economia definirá a eleição presidencial nos Estados Unidos.

Na verdade, a ideia de que em geral as condições econômicas são um importante, quando não o principal, fator da decisão do voto também já foi bastante difundida.

Mas as pesquisas nos EUA têm trazido uma certa sombra nesse dogma. A mais recente delas, do Wall Street Journal em parceria com a NBC, mostra que 49% votariam no presidente Barack Obama se as eleições fossem hoje, enquanto 43% escolheriam seu principal rival, Mitt Romney.

Apesar de Obama estar na frente, os eleitores confiam muito mais em Romney quando o assunto é economia. Perguntados sobre qual dos candidatos parece ter mais boas ideias para melhorar a economia, 43% citaram Romney, enquanto apenas 36% apontam Obama.

Outra questão feita aos entrevistados: “Você aprova ou desaprova o trabalho de Barack Obama na condução da economia?”. Do total, 53% desaprovaram enquanto 44% aprovaram.

Em outro momento, o pesquisador perguntou qual frase o entrevistado falaria aos candidatos. Entre sentenças as mais diversas, incluindo “Boa sorte” e “faça um bom trabalho”, a mais citada foi: “Ponha a economia em ordem”.

A pesquisa mostrou que, apesar de a atuação de Obama na economia ser desaprovada pela maioria, os eleitores confiam mais no presidente em outras questões. Por exemplo, 48% o apontam como o que tem mais conhecimento e experiência para conduzir a Presidência (contra 32% de citações para Romney), 45% o consideram mais preparado para ser “comandante-chefe”, 47% preferem-no quando o assunto é política externa e 44% o escolhem como melhor nome para a área de saúde.

É igualmente importante notar que, mesmo que os americanos não aprovem a forma como Obama lida com a economia, a maioria ainda o vê como o melhor representante da classe média. Do total de entrevistados, 49% acreditam que ele é o candidato que vai prestar mais atenção nesse segmento, enquanto apenas 33% dizem isso de Romney.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.