As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

População da Islândia defende calote a Reino Unido e Holanda, diz pesquisa

Carla Miranda

07 Janeiro 2010 | 16h22

Uma pesquisa divulgada nesta quinta-feira, 7, mostra que 58% dos eleitores da Islândia querem que o país não pague os 3,8 bilhões de euros (equivalente a R$ 9,5 bi ou US$ 5,4 bi) que o Reino Unido e a Holanda lhe emprestaram durante a pior fase da crise econômica. As informações são do jornal britânico The Guardian.

Existe na Islândia uma disputa interna entre o presidente, Olafur Gímsson, que se recusou a pagar a dívida, e o primeiro-ministro, Jóhanna Sigurdardóttir, favorável ao pagamento. Em meio à disputa, o presidente convocou um referendo sobre o tema e marcou para 20 de fevereiro.

Com o impasse, o FMI (Fundo Monetário Internacional) decidiu suspender o empréstimo de US$ 2,1 bilhões ao país.

No ano passado, os governos de Reino Unido e Holanda compensaram os investidores que perderam dinheiro quando o banco islandês Icesave quebrou. Desde então, os dois países pressionam a Islândia pelo pagamento.

Leia a reportagem do Guardian na íntegra (em inglês)