As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Executivo que criou o HSBC no Brasil deve deixar o cargo

Michael Geoghegan fundou o HSBC Brasil em 1997 ao comprar Bamerindus

Carla Miranda

23 de setembro de 2010 | 16h18

Michael Geoghegan, presidente mundial do HSBC, está pronto para deixar o cargo até o fim do ano, informa o site do “Financial Times”.

Ele foi o executivo que criou as operações do HSBC no Brasil em 1997, quando o banco comprou o Bamerindus. Desde então, ele contribuiu para colocar o País entre as prioridades mundiais da instituição financeira.

Na terça-feira, 21, o “Financial Times” noticiara que Geoghegan estava ameaçando sair da empresa caso não fosse escolhido para ser presidente do Conselho. Na opinião do jornal, o banco vive uma “disputa dramática” entre os executivos, desde que o atual presidente do Conselho anunciou que sairia do posto.

Mike, como é conhecido, é presidente do HSBC desde 2006.

O HSBC, apesar do nome (a sigla significa Hong Kong and Shangai Banking Corporation), tem sede em Londres e é o maior banco da Europa.

Leia a reportagem no site do “Financial Times” (em inglês)

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.