Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Proposta de Obama taxa milionários em mais US$ 510 mil, diz estudo

Valor se refere ao que incidirá sobre a camada 0,1% mais rica da população dos EUA

Carla Miranda

22 de março de 2012 | 13h10

Atualizado às 14h37

O grupo de 1% mais rico da população dos Estados Unidos pagará em média US$ 93 mil a mais em impostos nos próximos anos, e o de 0,1%, desembolsará US$ 510 mil, se a proposta de orçamento do presidente Barack Obama for implementada, mostra um estudo.

O presidente já havia apresentado um orçamento prevendo arrecadar US$ 1,4 trilhão em aumento de taxas sobre os mais ricos nos próximos dez anos, mas ninguém havia feito a conta para saber quanto iria pesar para cada um.

Agora, o Tax Policy Center, uma instituição criada pelo Brookings Institution e pelo Urban Institute, fez os cálculos, e o “Wall Street Journal” publicou os resultados.

A camada 1% mais rica da população dos EUA tem uma renda familiar anual superior a US$ 593 mil. Na faixa de 0,1%, a renda é de US$ 2,7 milhões para cima.

Os aumentos de impostos ocorreriam por meio de várias medidas. Uma delas seria simplesmente deixar caducar cortes de taxas feitos durante a administração Bush. Ainda, haveria aumento de impostos sobre folha de pagamento, renda e propriedade.

O aumento de impostos e a criação de taxas, se implementados, farão com que a renda média do 1% mais rico caia 7,8%, enquanto a do 0,1% diminuirá 10%, de acordo com o levantamento. No primeiro grupo, a carga tributária subirá 5,3 pontos percentuais, para 36,8%. No segundo, o aumento será de 6,5 pontos, para 41,7%.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: