As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Nuvem de cinzas impulsiona ganhos de Eurostar e taxistas

Eurostar lança 33 viagens extras; taxis cobram R$ 4000 entre Frankfurt e Londres

Carla Miranda

20 de abril de 2010 | 16h15

Enquanto as companhias aéreas perdem cerca de US$ 200 milhões por dia com os vôos cancelados devido à nuvem de cinzas formada por vulcão islandês, outros empresários e prestadores de serviços estão aproveitando para ganhar mais dinheiro.

O site do jornal britânico The Guardian conta que o Eurostar, trem que passa por baixo do Canal da Mancha, foi acusado de lucrar em excesso ao carregar 30 mil pessoas por dia, provendo 33 serviços extras, entre Londres e Paris ao preço de 179 libras (equivalente a R$ 472). Depois das alegações, a empresa baixou a passagem para 89 libras (R$ 239) e, mesmo assim, é provável que esteja ganhando acima da média, segundo o Guardian, devido ao aumento do movimento.

Ainda segundo o jornal britânico, a empresa de aluguel de carros Avis em Frankfurt quadruplicou sua receita no serviço “one-way”, em que o cliente deixa o veículo em local diferente da origem. O Guardian observou, ainda, que taxistas estão cobrando 1.500 libras (R$ 4.000) para a viagem de Frankfurt a Londres.

 

Leia a reportagem no site do Guardian (em inglês)

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.