As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Pesquisa aponta 50 empresas mais influentes do mundo

40% do valor de todas as transnacionais estão submetidos a 147 companhias

Carla Miranda

01 de dezembro de 2011 | 16h19

Três pesquisadores suíços – Stefania Vitali, James B. Glattfelder e Stefano Battiston – apresentaram recentemente o que seria, segundo eles, a “primeira investigação da arquitetura da rede internacional de propriedade”.

O estudo, intitulado “

“, detectou a existência de 43.060 companhias transnacionais localizadas em 116 países e analisou as ligações entre companhias, observando a participação de umas nas outras.

Uma das constatações foi a de que quase 40% do valor de todas as transnacionais no mundo estão submetidos ao controle de 147 empresas. As 50 principais estão no ranking abaixo, elaborado pelos pesquisadores.

Quase metade do ranking é composta por empresas americanas (24). Há, ainda, britânicas (8), francesas (5), japonesas (4), holandesas, alemãs, suíças (duas cada), uma canadense, uma chinesa e uma italiana. O Lehman Brothers, apesar de ter pedido proteção da lei de falência dos EUA em 2008, aparece em 34º do ranking.

EMPRESAPAÍS
1 BARCLAYS PLCReino Unido
2 CAPITAL GROUP COMPANIES INC.EUA
3 FMR CORPEUA
4 AXAFrança
5 STATE STREET CORPORATIONEUA
6 JPMORGAN CHASE & CO.EUA
7 LEGAL & GENERAL GROUP PLCReino Unido
8 VANGUARD GROUP, INC.EUA
9 UBS AGSuíça
10 MERRILL LYNCH & CO., INC.EUA
11 WELLINGTON MANAGEMENTEUA
12 DEUTSCHE BANK AGAlemanha
13 FRANKLIN RESOURCES, INC.EUA
14 CREDIT SUISSE GROUPSuíça
15 WALTON ENTERPRISES LLC.EUA
16 BANK OF NEW YORK MELLON CORP.EUA
17 NATIXISFrança
18 GOLDMAN SACHS GROUP, INC.EUA
19 T. ROWE PRICE GROUP, INC.EUA
20 LEGG MASON, INC.EUA
21 MORGAN STANLEYEUA
22 MITSUBISHI UFJ FINANCIAL GROUP, INC.Japão
23 NORTHERN TRUST CORPORATIONEUA
24 SOCIÉTÉ GÉNÉRALEFrança
25 BANK OF AMERICA CORPORATIONEUA
26 LLOYDS TSB GROUP PLCReino Unido
27 INVESCO PLCReino Unido
28 ALLIANZ SEAlemanha
29 TIAAEUA
30 OLD MUTUAL PUBLIC LIMITED COMPANYReino Unido
31 AVIVA PLCReino Unido
32 SCHRODERS PLCReino Unido
33 DODGE & COXEUA
34 LEHMAN BROTHERS HOLDINGS, INC.EUA
35 SUN LIFE FINANCIAL, INC.Canadá
36 STANDARD LIFE PLC GB 6601 SCC 35.2Reino Unido
37 CNCEFrança
38 NOMURA HOLDINGS, INC.Japão
39 THE DEPOSITORY TRUST COMPANYEUA
40 MASSACHUSETTS MUTUAL LIFE INSUR.EUA
41 ING GROEP N.V. NL 6603 SCC 36.96Holanda
42 BRANDES INVESTMENT PARTNERS, L.P.EUA
43 UNICREDITO ITALIANO SPAItália
44 DEPOSIT INSURANCE CORPORATION OF JAPANJapão
45 VERENIGING AEGONHolanda
46 BNP PARIBASFrança
47 AFFILIATED MANAGERS GROUP, INC.EUA
48 RESONA HOLDINGS, INC.Japão
49 CAPITAL GROUP INTERNATIONAL, INC.EUA
50 CHINA PETROCHEMICAL GROUP CO.China

.

 

Concentração

A pesquisa foi citada pela economista Nancy Folbre no blog Economix, do “New York Times”. Folbre comentou, além deste, vários outros estudos, recentes ou não, sobre concentração de poder econômico.

Um deles mostra como os grandes grupos financeiros se tornaram “grandes demais para falir”. Eles cresceram por meio de fusões e aquisições, sempre debaixo do nariz do governo.

Por exemplo, o que hoje é chamado de JPMorgan Chase é, na verdade, a união do que, em 1995, eram 11 bancos independentes – não apenas o JPMorgan e o Chase Manhattan, mas também o Washington Mutual, o First Chicago e vários outros.

big_bank_theory_chart_large.jpg

Esse estudo mostra que, em 1995, os ativos dos seis maiores grupos financeiros dos EUA equivaliam a 17% do PIB (produto interno bruto) do país. Em 2010, essa proporção atingiu 64% do PIB.

Outra pesquisa mostra o aumento do oligopólio – definido aqui como um setor em que quatro empresas ou menos dominam 50% do mercado ou mais. Em 1987, apenas 25% dos segmentos da indústria americana estavam nessas condições; hoje são 40%.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.