As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Reino Unido pode ser excluído de acordo comercial com os EUA se decidir sair da UE

Além disso, é improvável que Washington, em seguida, faça um acordo separado com o Reino Unido

Yolanda Fordelone

28 de maio de 2013 | 08h31

parceriaeua_JonathanErnestReuters.JPG

Foto: Jonathan Ernest/ Reuters

Lucas Hirata, da Agência Estado

LONDRES – A administração de Barack Obama alertou autoridades britânicas que, se o Reino Unido deixar a União Europeia, o país do primeiro-ministro David Cameron será retirado de uma parceria comercial e de investimentos entre EUA e UE, cujo valor potencial é de centenas de bilhões de libras por ano. Além disso, é improvável que Washington, em seguida, faça um acordo separado com o Reino Unido, informou o The Guardian.

O alerta surge após a visita de David Cameron a Washington, que teve como um dos objetivos principais promover a Parceria Transatlântica de Comércio e Investimento (TTIP, na sigla em inglês) com Barack Obama.

Segundo o primeiro-ministro, a parceria poderia trazer 10 bilhões de libras por ano só para o Reino Unido, afirmou o jornal.

As informações são da Market News International. 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.