As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Terceiro maior banco francês tenta sair da Grécia

Crédit Agricole quer vender seus ativos no país após prejuízo de 3 bilhões de euros

Carla Miranda

28 de agosto de 2012 | 16h39

credit_agricole_efe_ian_langsdon.jpg

Após perder bilhões de euros, o Crédit Agricole, terceiro maior banco de capital aberto da França, está tentando sair da Grécia, informa o Wall Street Journal.

Segundo o Journal, a instituição financeira francesa foi atrás de compradores para o Emporiki – banco grego adquirido em 2006 – e recebeu oferta do Eurobank Ergasias, do Banco Nacional da Grécia e do Alpha Bank.

A proposta vem um mês depois de o Crédit Agricole injetar € 2,3 bilhões no Emporiki, mas uma pessoa participante das negociações disse ao jornal que esse valor pode não ser suficiente para viabilizar a venda da unidade grega.

No último trimestre do ano passado, o Crédit Agricole teve um prejuízo de € 3 bilhões, perda em parte gerada pelos negócios na Grécia.

Em 2012, no segundo trimestre, o lucro do Crédit Agricole recuou 67%, para apenas € 111 milhões de euros. O banco atribui o mau resultado às perdas geradas por ativos na Grécia e na Itália.