As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Toyota sabe de defeitos há mais de um ano, diz jornal

Segundo o diário, 'cultura do segredo' levou a empresa a se desnortear

Carla Miranda

10 de fevereiro de 2010 | 11h31

toyota_akio_toyoda_reuters_kim_kyung_hoon__.jpg
Presidente da Toyota, Akio Toyoda, cumprimenta jornalistas em entrevista coletiva em Nagoya (Japão), dia 5 (foto: Kim Kyung-Hoon/Reuters)

Já faz mais de um ano que a Toyota sabe que os pedais do acelerador de muitos veículos apresentam defeitos, segundo reportagem exclusiva do Wall Street Journal publicada nesta quarta-feira.

O diário conta que dois altos executivos da empresa tiveram um encontro a portas fechadas com autoridades reguladoras dos Estados Unidos no dia 19 de janeiro, em Washington, na qual revelaram aos oficias que conheciam o problema nos aceleradores.

Na reportagem, intitulada “Cultura do segredo levou a Toyota a se perder”, o jornal defende a tese de a crise que a montadora vive neste momento é resultado do hábito de se manter em silêncio diante de situações problemáticas.

A “cultura do silêncio”, na visão do diário, fez crescer o hiato entre a companhia e a agência reguladora norte-americana. “Sua cultura corporativa de segredos vinda do Japão gerou atrito com os requerimentos norte-americanos de que os fabricantes de automóveis tornem disponíveis as ameaças à segurança”, diz o jornal.

Leia a reportagem no site do Wall Street Journal (em inglês)

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.