As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Vendas pela web superam comércio de shoppings em SP

Lojas online faturaram R$ 7,8 bilhões de janeiro a julho, segundo pesquisa

Carla Miranda

27 de setembro de 2010 | 11h14

Uma pesquisa publicada no jornal “Brasil Econômico” nesta segunda-feira, 27, aponta que as vendas pela web no País somaram R$ 7,8 bilhões de janeiro a julho, superando os R$ 7,2 bilhões faturados por lojas de 49 shoppings de São Paulo no mesmo período.

O levantamento foi feito pela Fecomercio-SP em conjunto com a empresa E-Bit. Considerando o ano passado inteiro, o comércio eletrônico expandiu-se em 35% em relação a 2008, de R$ 10,6 bilhões para R$ 14,3 bilhões.

Especialistas ouvidos pelo jornal afirmam que esse aumento do comércio eletrônico se deve à maior participação da classe C , que busca preços baixos, e à gradativa perda do medo da população em relação a compras pela internet.

A pesquisa informa também que a concorrência no setor ficou mais acirrada. Em 2005, havia 700 lojas virtuais no País; hoje, 2,5 mil.  

O negócio é promissor o suficiente para levar as lojas a incrementarem cada vez mais os seus sites. Segundo o “Brasil Econômico”, há empresas investindo em sites 3D para facilitar a escolha de peças de vestuários, carros e imóveis, “produtos que exigem experimentação ‘in loco’”, como diz o autor do texto, Ruy Barata Neto.

Leia a reportagem no site do “Brasil Econômico”

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.