Conforto é destaque de multiuso em Santana
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Conforto é destaque de multiuso em Santana

Empreendimento The Point, das companhias Labate e Sabel, tem unidades de até 822 m², proteção acústica, gerador para apartamentos e água de reúso

Claudio Marques

01 Setembro 2016 | 11h57

thepoint

Tendência por aliar qualidade de vida, segurança e lazer em um único lugar, com o comércio a poucos passos de casa, os empreendimentos multiuso ganharam uma versão de alto padrão na zona norte de São Paulo. Ao analisar a tendência migratória dos moradores de Santana para regiões próximas, em virtude da quase inexistente oferta desse tipo de produto, as empresas Labat e Sabel decidiram investir em um multiuso em Santana.

“O The Point foi concebido para atender moradores das zonas norte e oeste. Mesmo com a expressiva área útil, atingimos casais com filhos casados, que teoricamente não precisariam de apartamentos grandes, mas querem receber bem os filhos e netos”, diz Pedro Labate, presidente da Labat Construtora.

Vencedor do prêmio de Residencial e Comercial no Master Imobiliário 2016, na categoria Empreendimento, a proposta do The Point foi aproveitar da melhor forma o terreno em um dos pontos mais valorizados de Santana. O desnível favoreceu o projeto, que deixou a área comercial com entrada para a movimentada Avenida Brás Leme, abaixo da área de lazer do residencial, que tem entrada pela Rua Maria Curupaiti, 380. Em uma área de 7.700 m², o setor comercial foi entregue em junho de 2014 e hoje é ocupado por um laboratório de análises clínicas.

A área residencial ficou pronta em novembro de 2015, com todas as unidades vendidas, ao preço médio de R$ 12 mil o metro quadrado. São duas torres, com um total de 61 apartamentos e 333 vagas cobertas, divididas nos três subsolos, e nove vagas para visitantes.

A East Tower possui dois apartamentos por andar, com 40 unidades de 298 m² e cinco vagas, além de uma penthouse de 597 m² e oito vagas. A West Tower possui 19 unidades, uma por andar, com 472 m² e seis vagas. Também há uma cobertura duplex de 822 m² e oito vagas. Em todos, o piso, com manta acústica, evita ruído entre os andares, enquanto as esquadrias e vidros acústicos isolam do barulho externo. As unidades foram entregues com gerador para alimentar o apartamento, exceto o ar condicionado, fechaduras com biometria e infraestrutura para automação.

A sustentabilidade é uma premissa: o condomínio conta com poço artesiano e reúso de água pluvial na área comum para irrigação e limpeza e, nos apartamentos, para bacias sanitárias. O aquecimento solar atende 40% do consumo de água quente. “A sustentabilidade veio para ficar, é uma tendência”, afirma Abel Rocha, presidente na Sabel Incorporadora e Administradora.

Mais conteúdo sobre:

Prêmio Master Imobiliário