Em São Paulo, valor médio de aluguel aumenta 0,4% em julho
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Em São Paulo, valor médio de aluguel aumenta 0,4% em julho

Bairro do Ibirapuera tem o metro quadrado mais caro para venda em São Paulo, com R$ 19.166,00

REDAÇÃO

20 Agosto 2018 | 07h15

Foto: NILTON FUKUDA/ESTADÃO

O preço para aluguel de imóveis residenciais na capital paulista aumentou pelo segundo mês consecutivo. Em julho de 2018,a locação de um apartamento de 65 m², dois dormitórios e uma vaga de garagem custava R$ 1.722,00 mensais, valor 0,4% mais caro do que o registrado no mês anterior. No acumulado dos últimos doze meses, o aumento ficou em 0,9%abaixo da inflação anual medida pelo IPCA-15 (4,5%) e pelo IGP-M (8,3%). As informações são do portal Imovelweb.

No último ano, as regiões que apresentaram maior aumento na taxa de aluguel foram as zonas oeste, com 5,3%, e centro-sul, 4,7%. O custo médio nessas áreas é, respectivamente, de R$ 2.437,00 e R$ 2.416,00. O levantamento também listou os bairros mais caros para locação em São Paulo. No top 3, estão Vila Olímpia (R$ 4.576,00), Itaim Bibi (R$ 4.533,00) e Cidades Monções (R$ 4.397,00). Em contrapartida, Vila das Belezas (R$ 1.127,00), Jardim Cláudia (R$ 1.149,00) e Cidade Líder (R$ 1.198,00) são os mais econômicos.

Venda. O preço do metro quadrado para venda de imóveis diminuiu 0,2 em julho de 2018. No acumulado do ano, a retração foi de 4,2%. Entre as regiões, a zona sul foi a que registrou maior queda anual, de 3,3%.

A zona leste registrou o maior aumento no preço de venda da cidade, com 2,3%. O centro vem em segundo lugar, com variação de 1,4% nos últimos doze meses. Os bairros com valores de metro quadrado mais altos da capital são: Ibirapuera (R$ 19.166,00), Jardim Europa (R$ 17.807,00) e Vila Nova Conceição (R$ 16.876,00).

Cidade Tiradentes (R$ 2.133,00), Conjunto Residencial José Bonifácio (R$ 3.213,00) e Guaianases (R$ 3,439,00) encabeçam os bairros mais baratos.

Rentabilidade. Para os que desejam investir em imóveis em São Paulo, no último mês a rentabilidade superou a poupança, pela primeira vez desde 2016. A relação entre o aluguel anual e o preço de compra de um imóvel ficou em 5,5%, contra 5,3% da poupança. Deste modo, são necessários 18,2 anos de aluguel para recuperar o gasto com a compra de um imóvel, período 2,8% menor do que há um ano. Nos últimos doze meses, a rentabilidade imobiliária na cidade foi de 5,2%.

Os bairros mais rentáveis da capital são, respectivamente: Chácara Santo Antônio (8,3%), Paraíso (8%) e Santo Amaro (7,45). Na outra ponta da lista estão Vila Maria Alta (3,4%), Moinho Velho/Vila Paulista (3,5%) e Vila Maria (3,7%).