Empresa põe árvores de 5 metros em terraços intercalados
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Empresa põe árvores de 5 metros em terraços intercalados

Comissão de jurados aponta ‘grande diferencial’ na solução proposta por Gamaro e Rocontec

Claudio Marques

01 Setembro 2016 | 11h56

Foto: Divulgação / Gamaro

Foto: Divulgação / Gamaro

O projeto do Seed Gamaro deu o prêmio de soluções arquitetônicas para a Gamaro Desenvolvimento Imobiliário e a construtora Rocontec. A comissão julgadora destacou como “grande diferencial” a implantação de terraços descasados entre um andar e outro, que terão árvores de até 5 metros de altura.

O alinhamento intercalado proporciona pé direito maior, permitindo que as espécies plantadas tenham espaço para crescer. “A Gamaro entregará vegetação da Mata Atlântica e árvores frutíferas, cultivadas em viveiros”, diz o voto do júri. A Gamaro foi criada em 2014. “Vai completar dois anos neste mês e já ganhamos o Master”, diz a presidente da incorporadora, Angela Freitas.

Entregar árvores faz parte do projeto. Gamaro se responsabiliza, depois do término do prédio, pela manutenção dos terraços verdes para sua consolidação.

“Queremos assegurar que tenham manutenção correta para compor a fachada”, afirma Angela. “Vamos cuidar por cinco anos. Depois, quando as árvores estiverem adultas, passamos para o condomínio tomar conta.”

O Seed Gamaro é um empreendimento idealizado com base no conceito pocket forest, do botânico Ricardo Cardin. Angela destaca a importância do trabalho conjunto entre o botânico e o arquiteto do projeto para fazer a fachada viva. “É um residencial em que cada apartamento tem sua florestinha na varanda.”

Os terraços, de 5 m² de área, terão sistema de irrigação automatizado. O projeto se mirou no Bosco Verticale de Milão. Localizado na Vila Olímpia, na zona sul de São Paulo, o prédio terá 20 andares, com quatro apartamentos por andar, entre 81 m² e 84 m² de área útil. O preço é a partir de R$ 1 milhão.

O Seed, que também concilia lazer nas áreas comuns e lojas de conveniência no térreo, foi lançado em abril. A previsão de entrega é para daqui a dois anos.

“Mais de 50% das unidades já foram vendidas”, calcula a presidente da incorporadora. O preço médio é de 13 mil/m².

A Rocontec cuida da viabilidade técnica do produto criado pela Gamaro. O diretor da construtora, Mario Rocha, destaca itens de sustentabilidade implementados no projeto, como reúso de água de chuva para irrigação da vegetação, válvulas dual flux nos vasos sanitários, iluminação de Led e bombas de alto rendimento.

Para Rocha, o grande ponto é dar apoio aos negócios imobiliários com caráter de inovação, qualidade de vida e respeito com o meio ambiente. “O desafio é fazer com que a engenharia resolva esses desejos a um custo acessível”, explica.

O diretor da Rocontec acredita que a fachada verde é uma tendência mundial. “Se for a Paris, verá que ela passa por uma reformulação”, diz. “Existe uma preocupação muito grande de aumentar o verde, de estar presente na fachada dos prédios. Essa inovação faz o Seed sair na frente.”

Mais conteúdo sobre:

Prêmio Master Imobiliário