Faixa até R$ 399 mil predomina no centro
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Faixa até R$ 399 mil predomina no centro

Também existem 1,3 mil unidades que custam de R$ 400 mil a R$ 699 mil

Claudio Marques

20 de agosto de 2016 | 19h57

Na região central, de acordo com o painel de mercado da Lopes, foram lançados 49 empreendimentos, com 53 torres e 8,6 mil unidades nos últimos três anos. Ainda há 3,5 mil apartamentos disponíveis para venda – com preço médio de R$ 11,1 mil/m² –, o que representa 41% de tudo o que foi lançado na zona central em 36 meses. É o mais alto índice porcentual entre as cinco regiões de São Paulo.

A maior parcela, com 1,9 mil imóveis, tem preço de R$ 200 mil a R$ 399 mil. Também existem 1,3 mil unidades que custam de R$ 400 mil a R$ 699 mil. Juntas, as duas faixas abrangem mais de 90% do estoque.

O diretor de incorporação da Brookfield, José de Albuquerque, cita dois empreendimentos da empresa na região central. Um é o lançamento neste mês do Viva Cittá (na Rua do Glicério), com 198 unidades de um, dois e três dormitórios, de 34 a 59 m², com piscina, brinquedoteca e salão de jogos. Os preços partem de R$ 199 mil.

sp4_blog

(Foto: Tiago Queiroz/Estadão)

Pronto. Outra opção da Brookfield é imóvel pronto no Ca’D’oro Residências (na Rua Augusta), com 40 a 79 m², de um a três dormitórios e preço mínimo de R$ 715 mil. Os apartamentos fazem parte do complexo multiuso, construído no chamado Baixo Augusta. São duas torres de quase 120 metros de altura, com residenciais, conjuntos comerciais e quartos de hotel, além do restaurante Ca’d’Oro, ícone da gastronomia da cidade entre 1953 e 2009.

Metade das unidades do estoque da região central referem-se a projetos lançados de um ano para cá. Em seis meses, o tíquete médio dos lançamentos caiu 7%, passando de R$ 409 mil para R$ 379 mil.

De acordo com a tipologia, 80% do estoque (2,8 mil unidades) tem um dormitório. São 500 imóveis com dois quartos.

Em média, o preço é R$ 8,8 mil/m² no Bom Retiro, chegando a R$ 11 mil na Santa Cecília e a R$ 11,5 mil no centro. A Bela Vista é mais cara: R$ 12,2 mil/m².

(Por Heraldo Vaz, especial para O Estado de S. Paulo)

Tudo o que sabemos sobre:

são paulo

Tendências: