Ícone da Paulista troca granito por pele de vidro
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Ícone da Paulista troca granito por pele de vidro

Trabalho executado pela Five para o BC Fund aumenta o pé direito dos andares em meio metro e remove da fachada 10 mil m2 da rocha

Claudio Marques

01 Setembro 2016 | 12h07

Retrofit no prédio da sede do antigo Banco Real, obras serão concluídas em dezembro

Retrofit no prédio da sede do antigo Banco Real, obras serão concluídas em dezembro

O Fundo Imobiliário BC Fund e a Five Steel Engenharia ganharam prêmio com o retrofit do Brazilian Financial Center, sede do antigo Banco Real, na Avenida Paulista. As obras serão concluídas em dezembro, no aniversário de 125 anos da avenida, afirma o diretor executivo do BTG Pactual e gestor do BC Fund, Adriano Mantesso.

Inaugurado em 1982, o Brazilian Financial Center, com seus arcos e a fachada de granito foi adquirido pelo fundo imobiliário e passa por processo de renovação, executado pela Five. “Somos responsáveis pela gestão do projeto e gerenciamento das obras”, diz o diretor executivo da empresa, André Mouaccad.

A comissão de jurados do Master aclamou o retrofit por renovar um ícone, tornando-o legado para próximas gerações. “Abrange a remoção de 10 mil m² de granito da fachada, com sua substituição por pele de vidro, e aumento do pé direito para 2,75 metros, altura indispensável para um triple A”, diz o voto do júri, também citando a remoção de muretas e empenas cegas, que aumentam a luminosidade em 30%. “Tudo feito com o prédio 100% ocupado.”

Precisava reformar a fachada. “Decidimos investir mais e remodelar o prédio”, afirma Mantesso. “Para perpetuar sua posição de ícone.” Ele afirma que se trata de “ativo irreplicável”, seja pelo terreno com 7 mil m², ocupando uma quadra inteira em posição central da avenida, seja por especificações como a laje superior a 2.200 m².

“O edifício não poderia ficar para trás”, diz. “A Paulista passa por transformação, redescobrindo-se como avenida de varejo, espécie de 5ª Avenida de Nova York, nos padrões nacionais.” Para ele, grandes varejistas perceberam isso. Mantesso destaca a calçada larga,infraestrutura de transporte, ciclovia e sua centralidade. “Ponto perfeito para encontro de pessoas que buscam serviços, lazer, turismo ou trabalho.”

O projeto adota gentileza urbana com pergolado e bancos. “É importante integrar o prédio com a nova geração da Paulista, permitindo que usem as instalações.”

Agora, os projetos incluirão esse conceito, prevê André Mouaccad, da Five, elogiando o Plano Diretor, “que premia quem faz fachada ativa”. “É importante se abrir para a cidade em vez de fechar espaços”.

Na obra, Mouaccad destaca a remoção de 10 mil m² de granito, para ser substituído por pele de vidro, e a subida do pé direito. O granito da fachada é reaproveitado no piso do hall dos andares. “É uma questão de sustentabilidade”, defende. “Não se joga fora material natural.”
É o segundo Master da Five. Em 2014, foi com o complexo multiuso Trix Tamboré, premiado por soluções arquitetônicas.