Promotores do evento defendem importância do retrofit
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Promotores do evento defendem importância do retrofit

Dirigentes de entidades afirmam que esse tipo de medida pode promover a revitalização da região central e pedem atualização da legislação do setor

Claudio Marques

01 Setembro 2016 | 11h48

 FOTO: CLAYTON DE SOUZA/ESTADÃO

Rodrigo Luna, presidente da Fiabci Brasil  – Foto: Clayton de Souza/Estadão

Responsáveis pela realização do Master Imobiliário, o Sindicato da Habitação de São Paulo (Secovi-SP) e o capítulo brasileiro da Federação Internacional Imobiliária (Fiabci Brasil) defendem a importância dos processos de retrofit para “requalificar o ambiente urbano”.

“Precisamos ter esse tipo de ação para trazer de volta a população para o centro da cidade”, diz o presidente do Secovi-SP, Flavio Amary. “O conceito de retrofit é importante para a revitalização de São Paulo”, concorda o presidente da Fiabci Brasil, Rodrigo Luna. Ambos são anfitriões da festa de premiação, marcada para ontem à noite no Clube Monte Líbano, na capital.

Amary afirma que o retrofit é tendência nas capitais da Europa. “São iniciativas também necessárias nos centros antigos do Brasil”, diz, ressaltando que é preciso renovar a área central da cidade do ponto de vista residencial. “A premiação leva isso em consideração.”

Para Luna, construções que tiveram seu auge décadas atrás, em algum momento, precisam passar por retrofit. “O centro da cidade tem prédios belíssimos e, quando passam por esse processo, se atualizam e voltam a ter vez em um novo mercado”, diz. “A legislação precisa contemplar esse tipo de atualização.”

Flavio Amary, presidente do Secovi - Foto: Gildo Mendes /Estadão

Flavio Amary, presidente do Secovi – Foto: Gildo Mendes /Estadão

Déficit. O prêmio de habitação econômica é novidade no Master, diz Luna, valorizando o troféu conquistado pela Direcional com o case Paranoá Parque. “Foi criado este ano e, agora, existe como padrão”, afirma. “É um destaque, mostrando a dimensão do setor no País e a importância de fazer habitações para a renda mais baixa.”

Demonstra preocupação do setor em buscar soluções para atender a essa necessidade, acrescenta Amary, referindo-se aos três cases de moradia social contemplados, sendo dois pelo sucesso na comercialização. “O déficit habitacional ainda tem muito para ser trabalhado.”

Convenção. Realizada de 27 a 31 de agosto, a Convenção do Secovi teve como mote “É hora de se reinventar”, debatendo o momento político-econômico do País e a necessidade de repensar os negócios para as empresas do setor sobreviverem.

Um dos destaques foi a apresentação de estudo que afere o potencial de imóveis destinados à locação para famílias de baixa renda. Amary garante que é preciso buscar alternativas e novas ideias para poder atender às necessidades do mercado.

O congresso mundial da Fiabci foi realizado em maio no Panamá, reunindo mais de 400 participantes de 48 países. Durante o evento, o grande ponto dos debates, segundo Luna, foi a ampliação das relações comerciais, potencializada com a expansão do Canal do Panamá para receber navios com o dobro da capacidade anterior. “Inaugurado em junho deste ano, é um projeto de engenharia fantástico”, atesta Luna. Desde 1913, o Canal do Panamá liga o oceano Atlântico ao Pacífico.

Prix. Pelo segundo ano consecutivo, não houve empreendimento brasileiro contemplado com o Prix d’Excellence, distribuído anualmente no congresso mundial da Fiabci. Luna comenta que não existe uma explicação pontual. “São empreendimentos desenvolvidos nos últimos cinco ou seis anos, que é o tempo de maturação de um projeto imobiliário”, explica. “Mas já recebemos muitos prêmios.”

Desde a criação do Prix em 1994, 16 edificações nacionais foram laureadas pelo concurso da Fiabci mundial. Luna lembra que os cases premiados na categoria Empreendimento automaticamente têm direito à inscrição para o Prix d’Excellence. “Temos oito este ano que podem concorrer.” /HERALDO VAZ

Mais conteúdo sobre:

Prêmio Master Imobiliário