Sala de pilates, simulador de golfe e estúdio para lives sobem a régua nos condomínios

Sala de pilates, simulador de golfe e estúdio para lives sobem a régua nos condomínios

Na corrida para conquistar investidores e moradores, empreendimentos residenciais apostam em diferenciais que ainda incluem wine bar e até shopping center dentro do condomínio

Bianca Zanatta

11 de outubro de 2020 | 05h03

Especial para o Estado

Se poucos anos atrás o objeto de desejo de quem procurava um apartamento novo era o prédio com piscina, churrasqueira e academia nas áreas comuns, agora esse combo anda batido. De olho em um público variado, que vai do consumidor 4.0 (totalmente plugado no universo digital) ao cliente viajado que busca as mesmas alternativas de lazer que encontra no exterior, incorporadoras estão lançando empreendimentos residenciais com amenidades que vão bem além do parquinho e do salão de festas.

Localizado em um terreno de 218 mil metros quadrados ao lado da Marginal Pinheiros, em São Paulo, o Parque Global, megaprojeto do grupo Bueno Netto desenvolvido pela Benx Incorporadora em parceria com a Related Brasil, tem uma proposta arrojada. Com cinco torres residenciais de 47 andares e vista 360 graus, o empreendimento se inspira em condomínios do Related Group em Miami para oferecer uma série de amenidades inovadoras aos futuros condôminos.

Seguindo a proposta de uso individual – o morador reserva o espaço para compartilhar com a família ou convidados -, as opções vão da piscina privativa para reuniões no estilo “pool party” ao simulador de golfe, onde o esportista dá suas tacadas no campo virtual em frente a uma tela que cobre do chão ao teto.

“A nossa ideia sempre foi trazer para o Brasil algo que ainda não existe aqui”, diz Luciano Amaral, diretor-geral da Benx Incorporadora. Ele fala que a maioria dos clientes já conhece condomínios desse padrão ao redor do mundo e quer viver com os mesmos conforto e comodidade que encontra em prédios dos Estados Unidos e da Europa, por exemplo.

Exclusividade é um conceito com que o público-alvo do Parque Global se identifica, segundo o executivo. “A private pool foi um espaço pensado para que os moradores possam receber os convidados como se estivessem na sua própria casa”, explica. A piscina conta com deck, churrasqueira e toda a infraestrutura gourmet, além de uma área a céu aberto para aproveitar o sol.

Outros diferenciais são o wine bar – projeto do escritório de arquitetura italiano Archea, responsável pela construção da premiada vinícola toscana Antinori -, que conta com adega individual, escada escultórica e piano de cauda, um boliche moderninho com três pistas, mesas, cadeiras e copa, bar de esportes, sala de cinema premium e quadras de tênis.

Projeto de estação de boliche do Parque Global, da Benx Incorporadora. Foto: Projeção digital

Quem também está apostando no nicho das amenidades turbinadas é a Yuny. Entre os empreendimentos de alto padrão da incorporadora, como Habitarte 2, Intersection Brooklin e Grand Habitarte, será possível encontrar desde uma praça privativa com mil metros quadrados projetada por Luiz Carlos Orsini – paisagista do Instituto Inhotim -, quadras de squash, sala de pilates e de balé até uma sky station no meio de um dos edifícios, onde os moradores terão áreas de health care e lounge bar à disposição.

Salão de gravação para redes sociais

Um filão do mercado que também está transformando o conceito de amenidades é o público 4.0, formado por pessoas majoritariamente jovens que se relacionam intensamente com tecnologia. Ao observar a demanda dessa turma, as incorporadoras Viewco e Jiral lançaram, no início do mês, o Nine 3134, localizado na Avenida Nove de julho, nos Jardins.

Além da área de lazer no rooftop com piscina e fitness da Cia. Athletica, spa, sauna e sala de massagem, a grande sacada do projeto são os espaços temáticos para produção de games, lives e conteúdo para internet e redes sociais.

“A conclusão para nós é que o empreendimento tinha que ter nas áreas comuns bastante tecnologia e espaços voltados para esse público que está sempre em movimento, exigente em termos de tecnologia, comunicativo”, afirma Moni Lati, um dos sócios-fundadores da Viewco Construtora.

No local onde será erguido o empreendimento, que teve 30% das unidades vendidas no pré-lançamento, um estande permite testar as futuras instalações tecnológicas. “O desafio agora é procurar entender um pouco mais como as coisas vão acontecer e desenvolver projetos com outras facilidades, outras características”, diz o empresário. “O importante é ir seguindo o modo de vida das pessoas, de quem será o ocupante do prédio.”

No projeto do Nine3134, está contemplado estúdio para gravação de lives e games. Foto: Projeção digital

Shopping no quintal

Em vez de trazer novas amenidades e serviços para dentro do condomínio, a ideia da construtora Eztec foi criar um residencial onde já existe toda uma infraestrutura de life center para atrair o público que procura morar com mais alternativas de lazer.

Situado no Complexo Parque da Cidade, entre as avenidas Chucri Zaidan e Nações Unidas, um dos principais polos econômicos da capital paulista, o EZ Parque da Cidade terá duas torres – a Epic Tower, com 125 metros de altura, e a Icon Tower, que alcança 134 metros – e será integrado ao shopping Parque da Cidade através do Parque Linear, uma área verde privada de uso público com segurança 24 horas.

Além de pistas de corrida, caminhada e ciclismo, os moradores terão “no quintal de casa” lojas, restaurantes e serviços como Clínica Einstein, Espaço Prana Spa, Havanna, Samsung e seis salas vip da rede de cinemas Kinoplex. O complexo engloba ainda o hotel cinco estrelas 4 Seasons e seis torres comerciais.

Também com a proposta de integrar os serviços completos de um shopping à experiência residencial como amenidade – só que agora com fortíssimo apelo de luxo -, a construtora JHSF se uniu ao Grupo Fasano para lançar o Fasano Cidade Jardim, que reúne residências, clube e hotel, todos com a marca Fasano, e se conecta ao Shopping Cidade Jardim, um dos mais pomposos da cidade.

Concebida pelo escritório franco-brasileiro Triptyque Architecture, a parte residencial do projeto foi batizada de Fasano Residences e prevê apartamentos de 200 a 700 metros quadrados, serviços Fasano e um clube privativo com quadras de beach tênis, salas de massagem, spa com piscina aquecida e restaurante, entre outros.

Tudo o que sabemos sobre:

condomínioshopping centerboliche

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.