Um dormitório lidera lançamentos imobiliários de janeiro na capital

Claudio Marques

23 de fevereiro de 2014 | 08h53

 

GUSTAVO COLTRI

Depois de uma ano nos holofotes na capital, os compactos de até um dormitório – categoria que inclui também os studios, os lofts e os projetos com arquitetura aberta – começaram 2014 na liderança de lançamentos, de acordo com a Embraesp.

Nos 31 dias do mês, 163 unidades residenciais com essa tipologia foram lançadas na cidade, distribuídas em dois empreendimentos. Já os imóveis com dois dormitórios, em geral líderes, ficaram um pouco abaixo, com 132 bens. Logo em seguida, com 115 produtos aparecem os produtos com três dormitórios. E, na lanterna, figuram os bens de quatro ou mais dormitórios, com míseras três unidades, confirmando a tendência dos últimos anos de priorização das menores metragens.

O imóvel médio lançado na capital paulista em janeiro tem 60 m² e um custo total de R$ 556 mil, de acordo com o estudo. Por tipologia, o metro quadrado variou dos R$ 7.881 para os imóveis de três dormitórios para R$ 16.347 para aqueles com até um dormitório.

A zona de valor da Vila Mariana, na zona sul, destacou-se no mês, com dois empreendimentos e 52 unidades. Em número de imóveis, quem levou a melhor foi a Vila Olímpia, também na zona sul, com 117 imóveis. Houve também projetos colocados à venda no Jabaquara, no Jaraguá, no Planalto Paulista, em Tremembé e no Tucuruvi. Não houve ofertas comerciais.

VEJA TAMBÉM

Mercado de lançamentos tem pior janeiro desde 2009 em São Paulo

 

 

Tudo o que sabemos sobre:

janeirolançamentos

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.