Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Brasileiro lança aplicativo de e-commerce no Facebook

Nayara Fraga

19 de maio de 2011 | 14h48

likestore_1.jpg

Um aplicativo disponível desde ontem no Facebook vai permitir aos usuários brasileiros comprar e vender produtos pela rede social. Chamado de LikeStore (nome que brinca com o botão “like”/ “curtir” do Facebook), a página estreou com duas lojas: Show de Ingressos, que está vendendo tickets para o show do Jack Johnson em Recife, e Dextra Treinamento, empresa que oferece cursos de formação em tecnologia da informação.

Segundo o fundador da LikeStore, Gabriel Borges, a repercussão do novo aplicativo foi maior que a esperada. “Já estamos com algumas centenas de lojas interessadas em comercializar no nosso ambiente.”

Um dos recursos mais interessantes na LikeStore, segundo Borges, é a possibilidade de qualquer empresa criar por conta própria sua loja no aplicativo, o que será realidade em cerca de um mês.

Ele explica que o pagamento da compra é feito via MoIP, que desenvolveu um widget especialmente para a LikeStore (veja figura abaixo). Assim, toda transação é taxada de acordo com a forma de pagamento escolhida. No modelo de negócios em uso no momento, a cada compra o lojista paga de 1,5% a 2% do valor do produto para a LikeStore e de 4% a 6% para a MoIP.

A LikeStore é o primeiro aplicativo de comércio eletrônico brasileiro lançado no Facebook. A ideia partiu de uma conversa que Gabriel Borges, 32, mestre em Marketing Avançado pela Universidade de Lancaster (Inglaterra), teve com três amigos num café há quatro meses. Esse foi o tempo necessário para que o grupo firmasse parceria com a empresa de TI Dextra, responsável pela tecnologia do aplicativo, e com a MoIP.

Segundo Borges, o negócio não é uma aventura. Os quatro amigos se basearam em casos de sucesso empreendidos no exterior, como a americana Payvment, e no crescimento do e-commerce no Brasil. Segundo a e-bit, em 2010 foram faturados R$ 14,8 bilhões em vendas de bens de consumo no comércio eletrônico do Brasil, índice 40% superior ao de 2009.

likestore_widget.jpg

Widget oferecido pela MoIP para pagamento na LikeStore

Tudo o que sabemos sobre:

e-commerceFacebookLikeStore

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: