Criadora do ‘Candy Crush Saga’ fará oferta inicial de ações nesta semana

coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Criadora do ‘Candy Crush Saga’ fará oferta inicial de ações nesta semana

nayarasampaio

24 de março de 2014 | 15h14

A King Digital Entertainment, empresa por trás do jogo Candy Crush Saga, fará sua oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) nesta semana. O IPO é esperado na quarta-feira, dia 26.

A companhia estaria avaliada em US$ 7,6 bilhões caso a valor de US$ 24 por ação se confirme no IPO. Esse preço é o dobro do alcançado pela rival Zynga, criadora do FarmVille, que abriu capital em 2011.

Com sede em Dublin, na Irlanda, a King gerou receita de US$ 1,8 bilhões em 2013, dez vezes maior que a receita gerada no ano anterior, de US$ 164,4 milhões.

Candy Crush, lançado em novembro de 2012, foi o aplicativo gratuito mais baixado e de maior receita em 2013.

O fundador e presidente-executivo da King, Riccardo Zacconi, que tem liderado a companhia aberta na Suécia em 2003, terá participação de 9,5% na empresa após o IPO.

Analistas têm questionado se a King poderá dar continuidade ao seu forte crescimento e evitar o destino de outras produtoras de jogos para redes sociais como a Zynga e Rovio, cujo sucesso dependia quase que inteiramente de um único título.  (Com Agências)

Tudo o que sabemos sobre:

candy crush

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: