Depois da Índia, Uber é proibido na Espanha e na Tailândia
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Depois da Índia, Uber é proibido na Espanha e na Tailândia

Pressão de taxistas e preocupações sobre segurança motivam autoridades contra serviço do aplicativo

Mariana Congo

10 Dezembro 2014 | 11h43

uber-REUTERS-Damir-Sagolj

Aplicativo Uber (Foto: REUTERS/Damir Sagolj)

A polêmica sobre o Uber, aplicativo norte-americano que oferece serviço de busca online por motoristas em carros de luxo, chega a mais cidades e países. Depois de ser banido na capital da Índia, agora Espanha e Tailândia se pronunciaram contra a operação do aplicativo.

Enquanto em Nova Délhi o Uber foi proibido após um motorista ser acusado de estuprar uma passageira, nas outras localidades a caça ao serviço está relacionada ao fato dos carros e motoristas do Uber circularem sem licença. Em geral, as autoridades se preocupam com a segurança dos passageiros e também são pressionadas pelos taxistas, que veem seus empregos ameaçados.

Um juiz espanhol baniu o Uber temporariamente em decisão divulgada ontem. A associação de taxistas de Madri condena o aplicativo e as autoridades acusam a empresa de “competição injusta”, informa a BBC. Um representante do Uber disse que essa decisão vai contra os benefícios da economia colaborativa.

Na Tailândia, o departamento de trânsito ordenou que o Uber suspenda suas operações, pois os veículos não são registrados. 

O motorista acusado de estupro na Índia foi preso. A polícia local informou que o suspeito é um criminoso de carreira que estava solto sob fiança por assediar sexualmente uma mulher, segundo a Reuters. Além do Uber, a cidade de Nova Délhi promete uma caça a todos os aplicativos de táxi.

Brasil. O Uber opera no Rio de Janeiro, em São Paulo, em Belo Horizonte e, recentemente, em Brasília. Na capital paulista, a prefeitura estuda suspender o serviço na cidade. A Secretaria Municipal de Transportes do Rio de Janeiro enviou, em junho, um ofício para a Delegacia de Repressão a Crimes de Informática solicitando a investigação das atividades do Uber, consideradas clandestinas em função da ausência de licença.

Uber. Lançado em 2009, em São Francisco, o Uber é um aplicativo que oferece o serviço de busca por motoristas em carros de luxo. A empresa está em 200 cidade de 51 países. No início deste mês, o Uber foi avaliado em US$ 40 bilhões e recebeu uma rodada de investimentos de US$ 1,2 bilhão.

Mais conteúdo sobre:

aplicativoUber