Norio Ohga, desenvolvedor do CD na Sony, morre aos 81
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Norio Ohga, desenvolvedor do CD na Sony, morre aos 81

roberto-lobo

23 de abril de 2011 | 19h52

A Sony anunciou neste sábado, 23, em Tóquio, a morte do ex-CEO da empresa (entre 1982 e 1995) e conselheiro, Norio Ohga, aos 81 anos. De acordo com informações do site da companhia, o executivo teve falência múltipla dos órgãos. Norio Ohga foi um dos principais criadores do Compact Disc (CD) na Sony. O formato começou a ser vendido em 1982 e em apenas cinco anos o formato superou as vendas do Long-Play (LP).

Além disso, segundo nota da companhia, o desenvolvedor colaborou para o desenvolvimento dos formatos MD, CD-ROM e DVD, o que ajudou na evolução do setor da tecnologia. Ohga era consultor e assessor da Tokyo Telecommunications Engineering Corporation, em 1953, quando entrou na Sony em definitivo no ano de 1959. O desenvolvedor pregava que a criação dos produtos deveriam ser ‘atrativos aos olhos dos consumidores’, com essa ideia contribuiu para o aprimoramento dos produtos da empresa japonesa e o fortalecimento da marca criada por Akio Morita no mundo.

O atual CEO e presidente da Sony Corporation, Howard Stringer, lamentou a perda e destacou o seu papel na liderança da empresa de eletrônicos. “Quando entrei pela primeira vez da Sony, em 1997, Quando entrei pela primeira vez da Sony, em 1997, Ohga estava servindo na linha de frente da gestão da Sony como presidente e CEO. Seus esforços numerosos e bem sucedidos foram bem conhecidos dentro e fora da Sony. Acompanhar sua liderança foi uma honra e continuei a aproveitá-la e a me beneficiar nos anos que se seguiram. Ao redefinir a Sony a uma companhia que abraçava o hardware e o software, Ohga fez sucesso onde outras empresas japonesas falharam. Eu ofereço minhas mais sentidas condolências a sua passagem e rezar para que ele possa descansar em paz”, diz o atual executivo em nota.

Resumo histórico do CD

1975 – Sony começa de forma independente as pesquisas em tecnologia a laser e discos ópticos
1976 – Sony anuncia a criação de disco óptico digital de áudio
1977 – Philips inicia as pesquisas em tecnologia laser e discos ópticos
1979 – Philips anuncia na Holanda o protótipo de CD-ROM
Final de 1979 – Sony e Philips unem forças para desenvolver um novo disco digital de áudio
1982 – Sony inicia as vendas do CD

Como é composto o CD?


O Compact Disc é um disco de acrílico onde é impressa uma espiral – com 22.188 voltas, total de 5,6 km de extensão. As informações são gravadas em furos na espiral impressa, assim criando pontos brilhantes e escuros (chamados de bits ou dados binários), nos quais estão armazenadas as informações como dados, músicas e jogos.

O CD tem quatro camadas: rótulo, feita com uma camada adesiva (D); camada de acrílico, que tem os dados do disco (C); uma camada reflexiva composta de alumínio (B); e por fim, a camada de plástico, feita de policarbonato (A), onde o leitor óptico faz a leitura dos dados (E). Geralmente o CD tem 12 cm de diâmetro e nele é possível armazenar cerca de 80 minutos de dados de áudio ou 700 MB com outros formatos de dados.

Tudo o que sabemos sobre:

CDNorio OhgaSony

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.