carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Em meio a polêmicas, Sarkozy se reúne com gigantes da web

Nayara Fraga

23 de maio de 2011 | 18h44

g8.jpg

Enquanto o encontro entre os grandes nomes da internet e os oitos países mais ricos do mundo não ocorre, alguns críticos refletem sobre a natureza do fórum e-G8, marcado para os dias 24 e 25 de maio em Paris. Como será o diálogo entre o anfitrião Nicolas Sarkozy, que vem pregando restrições à internet, com medida de controle de donwload (Lei Hadopi), e o fundador do Facebook, Mark Zuckerberg, CEO do Google, Eric Schimidt, fundador da Amazon, Jeff Bezos, e o presidente da News Corporation, Rupert Murdoch?

A conferência é bem vista pela tentativa de debater como os governos podem incentivar a inovação na internet e ao mesmo tempo evitar seus excessos. Mas um ponto de vista alternativo, de acordo com artigo do New York Times, seria a de que o presidente quer empurrar sua frequente visão de “’internet civilizada’ — uma que seja mais segura para as crianças, mais favorável aos proprietários de direitos autorais e mais lucrativa para o tesouro francês”.

Em entrevista ao diário americano, o porta-voz da La Quadrature du Net, grupo francês contra restrições na internet, diz que o e-G8 é “uma cortina de fumaça para cobrir o controle do governo francês na internet”. Nova medida do presidente Sarkozy permite que autoridades suspendam o acesso a internet de usuários que compartilham música, filme ou outros materiais online não-licenciados. E, de acordo com outra lei recente, o governo francês pode bloquear o acesso a páginas que disseminam pornografia infantil, em vez de requerer punição aos criminosos.

O artigo também questiona “o quão global seria a discussão, uma vez que ela exclui países como China, Índia e Brasil, os quais têm centenas de milhões de usuários de internet”. As conclusões do fórum serão apresentadas nos dias 26 e 27 aos líderes do G8 na cidade turística francesa de Deauville.

Na foto, manifestantes da ONG Oxfan vestem máscaras gigantes dos representantes do G-8 sobre mesa de poker, em manifestação feita hoje em Paris. Cartaz faz ironia ao grupo: “Promessas de ajuda do G8… Quem blefa?”

Tudo o que sabemos sobre:

G8InternetMark ZuckerbergSarkozy

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: