Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Facebook pode adiar IPO para junho, diz CNBC

Carla Miranda

24 de abril de 2012 | 15h40

mark_zuckerberg_jim_wilson_nyt_01022012.jpg

O Facebook pode adiar para junho sua entrada na bolsa de valores, originalmente prevista para maio, afirma a rede de televisão CNBC. A reportagem disse ter obtido a informação com pessoas ligadas ao assunto.

A decisão de comprar o Instagram por US$ 1 bilhão e de adquirir patentes da Microsoft no valor de US$ 550 milhões geraram a necessidade de fornecer mais informações à Securities and Exchange Commission (SEC), órgão que fiscaliza o mercado de ações.

O Facebook contava com a possibilidade de começar o roadshow (etapa do processo de abertura de capital em que o empresário apresenta sua companhia a investidores) no dia 7 de maio, mas o mais provável agora é que esse trabalho seja adiado em uma semana, disse a CNBC.

Isso levaria o Facebook a transferir o IPO (sigla em inglês para Oferta Pública Inicial, momento em que as ações da empresa começam a ser negociadas em bolsa) para junho, segundo a TV.

De acordo com a reportagem, pessoas próximas ao presidente do Facebook, Mark Zuckerberg, dizem que ele está mais preocupado em tocar o seu negócio e comprar empresas do que em preparar a oferta de ações.

Segundo o New York Times, executivos do Facebook, quando negociavam a compra do Instagram, disseram esperar que a companhia atinja um valor de mercado de US$ 104 bilhões ao abrir capital.

Tudo o que sabemos sobre:

CNBCFacebookZuckerberg

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: