As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Facebook pode ser avaliado em US$ 100 bi com IPO, diz ‘WSJ’

Nayara Fraga

29 de novembro de 2011 | 12h05

zuckerberg_sorrindo_450.jpgMark Zuckerberg, CEO do Facebook, está se acostumando com a ideia do IPO, diz ‘WSJ’

A oferta pública inicial de ações do Facebook poderá avaliar a maior rede social do mundo em US$ 100 bilhões, quantia mais que duas vezes superior ao valor da HP e da 3M, informa nesta terça-feira, 29, o “The Wall Street Journal”. Uma pessoa próxima às decisões da empresa disse ao diário que o Facebook cogita a hipótese de levantar US$ 10 bilhões em sua estreia em Bolsa.

O peso da chegada do Facebook ao mercado financeiro pode ser medido ao compará-lo a outras companhias. Apenas 13 IPOs (sigla em inglês para oferta pública inicial de ações) captaram mais de US$ 10 bilhões, segundo o “WSJ”. Dessas, só três são americanas: Visa, US$ 19,7 bilhões em 2008; General Motors, US$ 18,1 bilhões em 2010; e AT&T, US$ 10,6 bilhões em 2010.

A expectativa é de que a rede social coloque suas ações à venda em abril de 2012. Se esse rumor se confirmar, no patamar de US$ 10 bilhões captados, será a maior abertura de capital de uma empresa de internet. O maior IPO desse setor nos Estados Unidos, lembra o diário, foi o do Google, em 2004, quando a companhia levantou US$ 1,9 bilhão.

O Facebook tem hoje 800 milhões de usuários. Sua receita vem, prioritariamente, de anúncios na rede social, os quais devem render US$ 3,8 bilhões à companhia neste ano. Em 2010, o negócio respondeu por US$ 1,86 bilhão em faturamento.

A empresa não se manifesta oficialmente sobre a oferta de sua ações em Bolsa. Ao “WSJ”, o porta-voz do Facebook Larry Yu disse que a rede social não participaria de especulações sobre seu IPO.

Desconfiança. O momento no mercado financeiro é de desconfiança para as empresas de tecnologia. O IPO do site de compras coletivas Groupon, diz o “WSJ”, se seguiu a uma queda de 42% no preço das ações, após bons números no primeiro dia de negociação dos papéis. O site para conexões profissionais LinkedIn, cujas ações dobraram de valor no dia da abertura de capital, vê queda de 36% no preço dos seus papéis, ainda 33% superior ao IPO.

Saiba mais no Link.

Tudo o que sabemos sobre:

FacebookIPOWall Street Journal

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.