As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

“News Corp vende Myspace por uma canção”, diz WSJ

Nayara Fraga

29 de junho de 2011 | 17h05

Myspace_logo.jpg

Atualizado às 10h34, 30 de junho

A rede social Myspace foi comprada pela “pouco conhecida” Specific Media, informa o Wall Street Journal. O negócio foi fechado em US$ 35 milhões, valor bem abaixo dos US$ 100 milhões desejados por sua proprietária, News Corp., que comprou a rede social  por US$ 580 milhões em 2005.

A matéria do jornal americano, intitulada “News Corp vende Myspace por uma canção”, menciona também que a Specific Media informou ter firmado parceria com o ator e pop star Justin Timberlake para “reconstruir e revigorar” o Myspace. O artista não revelou o valor que investiu na companhia.

O Myspace, que somou 34,9 milhões de usuários nos Estados Unidos em maio, tem um dos mais preciosos banco de dados de consumidores da internet, lembra o “WSJ” (também uma das companhias do grupo News Corp). O diário ainda afirma que o CEO da Specific Media, Tim Vanderhook, disse em uma entrevista que a empresa quer ser uma “companhia de mídia digital equiparada a Yahoo, AOL, Facebook e a todos os outros grandes nomes que existem por aí”.

Em comunicado (publicado no blog All Things D), a Specific explica que, com o negócio, vai se transformar “em uma companhia com espaço próprio para venda de anúncios”, o que significa ser mais do que “corretores de espaço publicitário para outros sites”.

Tudo o que sabemos sobre:

aquisiçãoMyspaceSpecific Media

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.