Spotify duplica receitas, mas continua a ter prejuízo em 2012
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Spotify duplica receitas, mas continua a ter prejuízo em 2012

nayarasampaio

31 de julho de 2013 | 18h18

Spotify duplica receitas em 2012

SPOTIFY TEM MAIS DE 20 MILHÕES DE USUÁRIOS ATIVOS E DEVE CHEGAR AO BRASIL AINDA NESTE ANO (Foto: Divulgação)

Enquanto expande para novos mercados (inclusive o brasileiro) e quase dobra o número de usuários, o serviço de música online Spotify mais que duplicou suas receitas em 2012, para € 435 milhões, contra € 190 milhões em 2011.

A empresa, no entanto, teve prejuízo líquido de € 58,7 milhões, ante € 45,4 milhões de prejuízo registrado em 2011. Os altos custos com direitos autorais são um dos entraves à lucratividade do serviço.

Segundo reportagem publicada pelo Estado, o Spotify vai iniciar suas atividades no Brasil no fim de setembro.

O sueco Spotify, que não tem ações cotadas em bolsa, tem mais de 20 milhões de usuários ativos e 5 milhões de assinantes, e recebeu apoio financeiro de Northzone, Kleiner Perkins Caufield & Byers, Accel Partners e DST. A companhia não descarta a possibilidade de novos esforços de captação para apoiar seu crescimento. “Não podemos excluir a necessidade ou desejo de captar mais recursos”, afirmou a empresa.

Os dados são de documentos divulgados nesta quarta-feira, 31, consolidados pela holding Spotify Technology em maio e publicados hoje no site do registro de empresas em Luxemburgo, onde o grupo está registrado.

Direitos autorais

Fundada em 2006 por Swedes Daniel Ek e Martin Lorentzon, o Spotify tem acordos com gravadoras e paga cerca de 70% de suas receitas para detentores de direitos autorais.

O mercado de música streaming e sob demanda ampliou sua popularidade com o uso de smartphones, mas empresas como Spotify e Pandora – que têm quase 68 milhões de usuários ativos – enfrentam dificuldades para lucrar devido aos custos dos direitos autorais.

(Com Reuters)

VEJA TAMBÉM

Twitter dá sinal de que IPO está próximo

Facebook quer ampliar publicidade em vídeo

Tudo o que sabemos sobre:

Spotify

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.