finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Steve Jobs admirava Mark Zuckerberg

Nayara Fraga

24 de outubro de 2011 | 17h23

zuckerberg_sorrindo_450.jpg

O autor da biografia de Steve Jobs, Walter Isaacson, disse em entrevista ao programa 60 minutes, do canal de TV americano CBS, que o cofundador da Apple tinha admiração pelo criador do Facebook, Mark Zuckerberg, informa a Bloomberg.

“Nós falamos de redes sociais no plural, mas eu não vejo ninguém além do Facebook por aí”, disse Jobs a Isaacson durante uma de suas conversas. “Eu admiro Mark Zuckerberg. Eu só o conheço um pouco, mas eu o admiro por ele ter desejado construir uma companhia em vez de vender sua parte. Eu admiro isso — muito”.


Veja o vídeo em que Walter Isaacson concede entrevista ao 60 minutes

O depoimento de Steve Jobs se soma a muitos outros concedidos a Isaacson, o homem que recebeu do criador da Apple o pedido de escrita da biografia sete anos atrás, quando a luta de Jobs contra o câncer ainda não era pública. Ele entrevistou Steve Jobs mais de 40 vezes, durante dois anos, e conversou com mais de uma centena de seus parentes, amigos, adversários, concorrentes e colegas.

O lançamento mundial da biografia ocorre nesta segunda-feira, 24. A agência de notícias Associated Press, que comprou uma cópia na semana passada, revelou que Jobs queria guerra contra o Google por conta do sistema operacional Android, “um produto roubado”.

Veja também
– 

Biografia de Jobs revela que ele queria guerra contra Google

Steve Jobs – cobertura completa sobre a morte do visionário digital

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: