Tablets de menor preço começam a aparecer
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Tablets de menor preço começam a aparecer

GLAUCIMARA BARALDI

15 de fevereiro de 2011 | 12h43

Para não se perder. Entre os tablets previstos para os próximos meses estão: Samsung Galaxy Tab 10.1, LG Optimus Pad, HP Touchpad, Motorola Xoom, Research in Motion (que prometeu mais dois modelos do Blackberry Playbook para 2011) e, se confirmados os rumores, o Apple iPad 2.

Agora, um segundo grupo começa a aparecer, com uma marca menos famosa e um preço um pouco mais atraente.

A HTC – que ganhou certa fama ao produzir o Google Phone e anunciar o Facebook Phone – é uma delas.

A empresa taiwanesa anunciou nesta terça-feira (15) o HTC Flyer, um tablet de 7,68 polegadas, revestido de alumínio, com sistema Android 2.4, processador de 1,5GHz, 1 GB de RAM e 32 GB de memória. Assim como os concorrentes, também investiu em duas câmeras – frontal de 1,3 MP e traseira de 5 MP – e na conexão HSPA+, além de Wi-fi e Bluetooth.

HTC Flyer

Com tantos aspectos ‘padrão’, os diferenciais deste tablet serão: o uso de uma caneta que, além dos dedos, também poderá tocar diretamente na tela touchscreen; e os serviços para baixar conteúdo online, como o HTC Watch (para vídeos) e o Onlive (para games).

O preço será de 499 euros (US$ 675). É mais caro que o iPad, mas parece bem mais barato que a nova geração. Para ter ideia, o Motorola Xoom está sondado em US$ 800 e o Optimus Pad, 999 euros (ou US$ 1350).

Huawei

A etiqueta de preço certamente será o destaque dos tablets da Huawei.

A fabricante chinesa disse ao New York Times que vai produzir dois modelos que custarão em torno de US$ 300.

O primeiro vai se chamar S7Slim. Terá tela de 7”, sistema operacional Android, processador de 1 GHz e câmeras frontal e traseira. E um segundo modelo terá tela de 10”, mas suas especificações ainda não foram definidas.

Tudo o que sabemos sobre:

HTCHTC FlyerHuaweitablet

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.