Eletropaulo e São Paulo empatam nas desculpas por apagão no Morumbi
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Eletropaulo e São Paulo empatam nas desculpas por apagão no Morumbi

Estádio ficou às escuras por cerca de 20 minutos na noite de quarta-feira, mas ninguém sabe ainda de quem é a culpa

Cley Scholz

27 de novembro de 2014 | 13h10

A torcida deu um show durante o apagão, com milhares de celulares acesos (JF Diorio/Estadão)

A torcida deu um show, com milhares de celulares acesos (JF Diorio/Estadão)

SÃO PAULO – A Eletropaulo e o São Paulo Futebol Clube empataram em 1 a 1 nas justificativas sobre qual foi a causa do apagão nas luzes do Morumbi na partida contra o Nacional, na noite de quarta-feira, 26. A Eletropaulo disse que o problema aconteceu dentro do estádio, e não em suas linhas. O clube respondeu que o apagão foi provocado por sobrecarga nas linhas que chegam ao estádio, portanto, fora das suas instalações.

A falha deixou o estádio sem iluminação duas vezes, uma delas por cerca de 20 minutos. O público deu um show, com milhares de telefones celulares acesos enquanto os torcedores cantavam e dançavam. A cidade teve desligamentos de energia ‘em áreas pontuais’, segundo a Eletropaulo, que culpou a forte chuva que atingiu a cidade após meses de estiagem.

Mas, no caso do estádio, a concessionária eximiu-se de responsabilidade. O clube informou que o reforço do sistema de energia está contemplado na reforma do estádio, mas garantiu que a falha foi fora das suas instalações. Depois de vencer por um a zero com gol de Ganso, o São Paulo perdeu nos pênaltis e está fora da  Copa Sul-Americana.

 

Tudo o que sabemos sobre:

ApagãoEletropauloSPFC

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.