Bar mais antigo de Miami fecha as portas após 102 anos
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Bar mais antigo de Miami fecha as portas após 102 anos

blogs

27 de outubro de 2014 | 13h55

Tobacco Road resistiu à Lei Seca, mas sucumbiu à expansão imobiliária (EFE)

Tobacco Road resistiu à Lei Seca, mas sucumbiu à expansão imobiliária (EFE)

MIAMI – O bar mais antigo de Miami fechou as portas neste fim de semana. O famoso Tobacco Road, com mais de um século de história, chegou a esconder no passado em seu primeiro piso um salão de jogos na época da ‘Lei Seca’.

O famoso gangster Al Capone tinha um quarto secreto no local com um armário onde guardava álcool na época em que o consumo de bebidas era proibido nos Estados Unidos, segundo James Goll, diretor do estabelecimento.

Empurrado pela expansão urbanística, o bar que atende especialmente moradores da cidade fechou suas míticas portas amarelo mostarda na noite de sábado, 25.

“Com 102 anos, o Tobacco Road é o bar mais antigo de Miami e faz parte da história da cidade”, afirmou o gerente Joel Riviera.

Os proprietários planejam reabrir ou bar em um endereço próximo, com uma decoração que seja o mais parecida possível com o antigo endereço.

Interior do Tobacco Road: história de Miami (EFE)

Interior do Tobacco Road: história de Miami (EFE)

 

História. Tobacco Road abriu as portas em 1912, quando conseguiu sua primeira licença para vender licor.

Durante os 13 anos da ‘lei Seca'(1920-1933), o bar converteu-se em um dos locais clandestinos que se espalhavam pelo país para comércio de bebida contrabandeada.

Na época o bar mantinha uma padaria para disfarçar o comércio de bebidas nos fundos. Em 1938 o nome do bar mudou para South Side Bar, e em 1942 veio o nome de Charlie’s Tobacco Road. Após várias mudanças de nomes, Tobacco Road recebeu sua identidade que durou até hoje em 1977.

A crescente fama do bairro de Brickell e do centro de Miami durante a primeira década deste
Século levou um promotor a comprar em 2012 por US$ 12,5 milhões uma grande área que inclui o terreno onde funciona o antigo bar.

Entre os muitos artistas de blues, funk e rock que já se apresentaram no local estão John Lee Hooker, Dr. John e George Clinton. As últimas horas de funcionamento foram marcadas pela apresentação de vários artistas e grupos locais. (Efe)

John Lee Hooker já se apresentou no local (EFE)

John Lee Hooker já se apresentou no local (EFE)

Tudo o que sabemos sobre:

Miami

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.