Cyborg, o homem de US$ 6 milhões, volta com inflação de 1.000%
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Cyborg, o homem de US$ 6 milhões, volta com inflação de 1.000%

Herói da década de 70 que deu origem ao termo homem biônico volta às telas em 2016 como o Homem de US$ 6 bilhões

Economia & Negócios

25 de novembro de 2014 | 16h02

Cyborg: volta inflacionada

Cyborg: volta inflacionada

SÃO PAULO – Cyborg, o homem de US$ 6 milhões que fez enorme sucesso num seriado de TV dos anos 1970, vai voltar às telas. Só que, com a inflação acumulada em décadas, passará a ser o homem de US$ 6 bilhões.

O ator Mark Wahlberg já assinou contrato para personificar o astronauta que sofre um grave acidente e é reconstruído com tecnologia futurista, passando a ter grandes poderes. Originalmente o personagem era interpretado por Lee Majors.

A série consagrou os termos ‘homem biônico’ e ‘Cyborg’, derivado de organismo cibernético.

Mark Wahlberg, o Cyborg inflacionado

Mark Wahlberg, o Cyborg inflacionado

De acordo com a Fox News, o plano é filmar no próximo ano, com um lançamento programado de 2016. O diretor será Peter Berg, de Lone Survivor (O Grande Herói).

Wahlberg, de 43 anos, vai interpretar Steve Austin, reconstruído com membros biônicos e implantes após um acidente quase fatal. Ele usa os poderes especiais de seu corpo biônico trabalhando para o governo, como um agente secreto contratado pelo Escritório de Inteligência Científica.

Herói do seriado inspirou brinquedos (Reprodução)

Herói do seriado inspirou brinquedos (Reprodução)

Tudo o que sabemos sobre:

Cyborg

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.