Documentário no Youtube discute gastos do governo brasileiro
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Documentário no Youtube discute gastos do governo brasileiro

Economia & Negócios

24 Fevereiro 2015 | 10h52

Robert Kaufman, um dos especialistas entrevistados: propostas para modernizar a economia

Robert Kaufman, um dos especialistas entrevistados: propostas para modernizar a economia

Não existe no mundo economia desenvolvida que não tenha simplificado seu ambiente tributário, reduzindo a burocracia e os gastos do governo. Esta é a mensagem principal de um documentário disponível no Youtube para estimular o debate sobre a modernização da economia brasileira.

O objetivo do documentário produzido pela Federação do Comércio do Estado de São Paulo (FecomercioSP), lançado nesta terça-feira, 24, é fortalecer o debate sobre os entraves ao desenvolvimento da economia brasileira. O filme trás análises e propostas para modernizar o Brasil, do campo previdenciário ao sistema financeiro.

Participam do documentário especialistas estrangeiros e brasileiros que atuam no exterior. Entre os entrevistados estão o professor de Políticas Públicas da Universidade de Harvard, Filipe Campante, o diretor do Programa de Relações Econômicas Internacionais da American University, Arturo Porzecanski, o conselheiro sênior do Banco Mundial Otaviano Canuto e outros.

Após este primeiro filme sobre gastos públicos, a Fecomércio vai lançar outro sobre Entraves burocráticos, no final de março. Todas as produções, em vídeo, serão veiculadas no canal do YouTube da FecomercioSP.

Entre os entrevistados estão também Robert Kaufman, professor de Ciências Políticas na Universidade de Rutgers (NJ); Matthew Taylor, cientista político, professor da American University e autor de livros como Corrupção e Democracia no Brasil; Fernando Sotelino, professor de finanças internacionais da Universidade de Columbia e ex-presidente do Unibanco; Hussein Kalout, cientista político e professor da Universidade de Harvard; Paulo Sotero, diretor do Instituto Brasil do Wilson Center; Peter Hakim, presidente do Instituto de Análise Política Inter-American Dialogue, entre outros.

Mais conteúdo sobre:

Fecomercio