Estado recebe prêmio por série sobre ocupação da Amazônia
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Estado recebe prêmio por série sobre ocupação da Amazônia

Durante cinco domingos, entre 1º e 29 de junho deste ano, série de reportagens mostrou o impacto das grandes obras de infraestrutura e mineração na região

Economia & Negócios

02 Dezembro 2014 | 17h54

Série mostra impacto das grandes obras na Amazônia (Foto: Sérgio Castro/Estadão)

Série mostra impacto das grandes obras na Amazônia (Foto: Sérgio Castro/Estadão)

O Estado foi o vencedor do 22º Prêmio CNH Industrial de Jornalismo Econômico, na categoria Excelência Jornalística, com a série de reportagens ‘A Nova Ocupação da Amazônia‘, produzida pela repórter Renée Pereira, do Caderno Economia & Negócios. A premiação ocorreu na n0ite de segunda-feira, 1, em Belo Horizonte, Minas Gerais.

Durante cinco domingos, entre 1º e 29 de junho deste ano, o Estado publicou várias reportagens mostrando como as grandes obras de infraestrutura e mineração na Amazônia têm influenciado a vida dos moradores locais. Da mesma forma que melhoram os índices de emprego e renda, os megaempreendimentos trazem caos pra as cidades atingidas.

Sem infraestrutura adequada, água e esgoto, serviços de saúde e educação suficientes para atender a população local, os municípios são estrangulados pelo aumento repentino da população. De acordo com a reportagem, enquanto Altamira (PA) vive o boom de construções de novos hotéis, restaurantes e galerias e shoppings, Porto Velho já vive a ressaca do fim das obras das hidrelétricas do Madeira.

Essas experiências têm amedrontado a cidade de Itaituba, que deverá receber a nova grande hidrelétrica que será construída no País: São Luiz do Tapajós.

Confira a série:

Amazônia atrai R$ 130 bilhões, mas enfrenta novos problemas

Exportar pelo Norte começa a ser realidade

Rodovias precárias dificultam progresso da região

Grandes obras deixam como herança progresso e caos

Com atraso, Belo Monte entra na fase final

 Mineração vai levar US$ 47 bilhões ao Pará

 

Mais conteúdo sobre:

Amazônia