Gigantes de navegação se unem nas principais rotas do mundo

Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Gigantes de navegação se unem nas principais rotas do mundo

Dinamarquesa Maersk e suíça MSC anunciam parceria para transporte entre Europa, Ásia e América do Norte

Cley Scholz

10 de julho de 2014 | 10h58

Maior navio do mundo tem altura equivalente à de um prédio de 20 andares (Foto: Efe)

O navio que aparece na foto é o maior do mundo, com capacidade de carga de 165 mil toneladas. Ele pertence à companhia dinamarquesa Maersk Line, que anunciou nesta quinta-feira, 10, uma associação com a rival suíça MSC Mediterranean Shipping Company.

As duas gigantes de navegação comunicaram que vão operar conjuntamente as principais rotas comerciais do mundo, entre a Europa, Ásia e América do Norte.

As empresas assinaram um acordo para operar 185 embarcações por dez anos a partir do início de 2015. A associação de duas das maiores empresas de navegação do mundo terá de passar pelo crivo das autoridades que regulam o mercado em diferentes países.

Leia mais:

Maior navio do mundo economia combustível e reduz poluição

Maior navio do mundo faz primeira escala na Europa

 

Tudo o que sabemos sobre:

MaerskMSC

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: