Americanos comem três vezes mais peru do que os brasileiros
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Americanos comem três vezes mais peru do que os brasileiros

Consumo no Dia de Ação de Graças chega a 800 mil quilos nos Estados Unidos, contra 265 mil toneladas no Brasil no ano inteiro

Economia & Negócios

27 de novembro de 2014 | 18h45

Luiz Felipe Barbiéri
ESPECIAL PARA O ESTADO DE S. PAULO

Peru em fazenda de criação nos Estados Unidos (Foto: Reuters)

Peru em fazenda de criação nos Estados Unidos (Foto: Reuters)

SÃO PAULO – Os americanos consumiram cerca de 45 milhões de perus no Dia de Ação de Graças, nesta quinta-feira, 27. Isso equivale a aproximadamente 800 mil toneladas de carne de peru. Os brasileiros comem 265 mil toneladas em média por ano, segundo estimativa das empresa.

Entre desfiles e jogos de futebol americano, o tradicional consumo de carne de peru marca a passagem desse feriado nacional que simboliza um dia de gratidão pelos bons acontecimentos do ano. Mas, a importância do peru nessa data não se restringe apenas a uma mesa imponente e repleta de iguarias.

Torcedor do Dallas Cowboys come uma cocha de peru após o jogo do seu time (Foto AFP)

Torcedor do Dallas Cowboys come uma cocha de peru após o jogo do seu time (Foto AFP)

Todos os anos, o presidente dos EUA perdoa dois perus, um oficial e outro reserva, e os poupa de destinho semelhante ao de outras milhões de aves que vão para as mesas dos americanos. A tradição começou em 1947 e até hoje 11 presidentes já participaram do evento.

Logo após a cerimônia, os perus embarcam para a Califórnia, onde figuram como celebridades no desfile de Ação de Graças, realizado na Disneylândia. As aves então passam a viver em liberdade num dos parques temáticos do local.

Obama concedeu perdão a dois perus, ao lado das filhas.

Obama acaricia o peru que perdoou seguindo a tradição (Foto: AP)

Obama acaricia o peru que perdoou seguindo a tradição iniciada em 1957 (Foto: AP)

Chama a atenção também o tamanho dos perus americanos. Nativo da América do Norte, o peru-selvagem é um dos representantes mais pesado dos Galliformes, uma ordem da classe de Aves que inclui ainda animais domésticos, como a galinha e espécies de faisões e perdizes.

Seu cruzamento com o peru preto de Norfolk dá origem ao Peru Mamute Bronzeado, raça de maior reputação no mercado devido ao crescimento precoce, vigor e peso. Machos adultos chegam a pesar 16kg.

Peru branco da maior raça de peru do mundo, nos Estados Unidos (Foto: AP)

Peru branco da maior raça de peru do mundo, nos Estados Unidos (Foto: AP)

O peru Branco Californiano é ainda maior, segundo o criador João Germano, associado à Federação Brasileira dos Criadores de Ave. “Ele chega aos 18 kg e é o de maior comercialização no Brasil. Essa criação é feita no sul e vai para as grandes empresas”, explica.

A assessoria do frigorífico BRF Brasil afirmou que a marca Sadia encabeça a popularização do Período do Advento, todo dia 30 de novembro, como uma nova data para o consumo de carnes natalinas. A empresa não publica informações sobre a expectativa de vendas por ter capital aberto.

Casal fantasiado de peru na parada do Dia de Ação de Graças em São Francisco, nos EUA (Foto: AP)

Casal fantasiado de peru na parada do Dia de Ação de Graças em São Francisco, nos EUA (Foto: AP)

Leia também:

‘Estamos deixando de ser o último peru gordo do Natal’, diz Mantega

 

Tudo o que sabemos sobre:

Dia de Ação de GraçasNatalPeru

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.