Playmobil de Martinho Lutero tem produção esgotada em 72 horas
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Playmobil de Martinho Lutero tem produção esgotada em 72 horas

Boneco encomendado para as comemorações dos 500 anos da reforma luterana desencadeou campanha para que a fábrica lance também uma versão do castelo de Wartburg, onde Lutero traduziu Novo Testamento

Economia & Negócios

19 Fevereiro 2015 | 15h56

Martinho Lutero na versão Playmobil: sucesso de vendas (Foto: divulgação)

Martinho Lutero na versão Playmobil: sucesso de vendas (Foto: divulgação)

Martinho Lutero, o reformista religioso que há 500 anos criou o protestantismo, foi reencarnado num bonequinho que ameaça ser o campeão de vendas da indústria de brinquedos alemã Playmobil.

Poucas horas após o lançamento, já haviam sido vendidos 34 mil exemplares do simpático Luterinho, que veste boina e capa e traz em uma das mãos uma miniatura da Bíblia e na outra uma pena de escrever.

O sucesso já é considerado o maior em tão pouco tempo na história dos brinquedos Playmobil.Ele levou apenas 72 horas para superar a marca das 30 mil unidades vendidas, fato considerado inédito em um mercado onde compete com personagens do mundo dos contos de fadas e desenhos animados.

O lançamento do boneco chega a apenas dois anos da comemoração de 500 anos da reforma iniciada por Lutero e toda a produção se esgotou. Pelas redes sociais, os fãs dos bonecos Playmobil passaram a reivindicar que a empresa lance agora uma versão do boneco com uma reprodução do castelo de Wartburg, onde Lutero se refugiou da perseguição da igreja católica. Ele se escondeu no castelo alemão em 1521 e 1522, quando traduziu o Novo Testamento para alemão.

O boneco do teólogo foi encomendado por empresas de turismo em Nuremberg e pela Igreja Evangélica Luterana da Baviera, que, juntamente com o governo alemão estão organizando eventos para comemorar, em 2017, os 500 anos da Reforma Luterana.

Leia também:

Protestantes e católicos divergem sobre reabilitação de Lutero

Papa adverte luteranos sobre desafios do novo Cristianismo

Bília se diversifica para conquistar mais leitores

Mais conteúdo sobre:

Martinho LuteroPlaymobil