McDonald’s vira peça de museu na Islândia
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

McDonald’s vira peça de museu na Islândia

Último sanduíche vendido no país fica exposto em uma proteção de vidro com uma câmera conectada à internet

Economia & Negócios

02 Fevereiro 2015 | 16h41

Último McDonald's da Islândia: em exposição na internet (reprodução)

Último McDonald’s da Islândia: em exposição na internet (reprodução)

O último hambúrguer do McDonald’s vendido na Islândia, antes da rede fechar as portas no país, está em exposição pública, ao alcance de uma câmera de vídeo conectada à internet.

A cadeia de lanchonetes foi vendida na Islândia em 30 de outubro de 2009, no início da crise financeira global, e desde então o país não tem mais nenhuma loja do McDonald’s.

O sanduíche está em exposição sob uma campânula de vidro e pode ser visto no site do Bus Hotel em Reykjavik. Pela webcam, os internautas podem acompanhar a aparência do hambúrguer com o passar os dias.

O último dia de funcionamento do McDonald’s na Islândia foi em 31 de outubro de 2009. Hjortur Smárason, um morador com visão de futuro, comprou um sanduíche para transformá-lo em peça de museu.

Leia também:

Presidente do McDonald’s pede para sair após dois anos de crise

McDonald’s do Japão enfrenta ‘apagão’ de batata frita

McDonald’s faz campanha de esclarecimento sobre questões polêmicas

 

Mais conteúdo sobre:

McDonald's