Governo federal abre 58 vagas em transformação digital para servidores

Redação

21 de fevereiro de 2020 | 12h14

O governo federal abriu 58 vagas em 17 órgãos para servidores que querem atuar em projetos de transformação digital. A maioria ficará no Ministério da Economia, dividida entre a Secretaria de Governo Digital e a Diretoria de Tecnologia da Informação, mas há vagas no INSS, nos Ministérios da Agricultura, da Justiça e Segurança Pública e da Saúde, entre outros.

“Os perfis exigidos variam e vão desde pessoas para trabalhar com tecnologia de informação clássica, para criar programas, softwares, até para gestão de canais digitais. Elas trabalharão com experiência do usuário, definição de interfaces digitais e uso de dados, entre outros projetos”, afirma o secretário de Governo Digital, Luis Felipe Monteiro, vinculado ao Ministério da Economia. O valor da gratificação para as vagas de nível superior é de R$ 4.491.

A meta do governo federal é digitalizar 100% dos 3.450 serviços oferecidos até 2022. No ano passado, de acordo com as contas de Monteiro, 515 serviços que eram presenciais foram transformados em digitais. A meta para este ano é chegar a mais 500. A prioridade, de acordo com o governo, são serviços como a carteira de trabalho e a CNH digitais. “Todos os órgãos têm metas de transformação digital de seus serviços e políticas públicas. Nós centralizamos as estratégias”, diz o secretário.

Tudo o que sabemos sobre:

transformação digital

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.