China’s got the power

Raquel Landim

19 de julho de 2010 | 12h26

Quem acompanha esse blog vai perceber que a China é um tema recorrente.

O Wall Street Journal acaba de publicar uma notícia impactante em sua versão online. Pela primeira vez em mais de 100 anos, a China ultrapassou os Estados Unidos como maior consumidor de energia do mundo.

Segundo dados divulgados pela Agência Internacional de Energia (AIE), organização sediada em Paris, a China “devorou” 2.252 milhões de toneladas equivalentes de petróleo no ano passado, 4% a mais que os Estados Unidos, que “queimaram” 2.170 milhões de toneladas.

A tonelada de petróleo equivalente  representa todas as formas de energia consumida: petróleo, nuclear, carvão, gás natural e fontes renováveis de energia.

Obviamente o dado reflete a recessão global, que atingiu mais duramente os Estados Unidos que a China. Ainda assim, é impressionante. “O fato de que a China ultrapassar os Estados Unidos como o maior consumidor de energia do mundo simboliza o início de uma nova era na história da energia”, dise o economista-chefe da AIE, Fatih Birol, em entrevista.

Cabe lembrar que, também em 2009, a China ultrapassou os EUA como maior mercado consumidor de carros do mundo. A visão dos economistas é que a crise global está antecipando em alguns anos uma ascenção chinesa já prevista para ocorrer. É o surgimento de uma nova super potência?

(veja a matéria do Wall Street Journal – o conteúdo é fechado para assinantes).

 

Siga o blog no twitter: twitter.com/raquellandim

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.