Pilhas e baterias também são lixo eletrônico

Estadão

02 de abril de 2010 | 22h24

Leitor do blog pergunta se o Cedir  aceita também pilhas e baterias, que também são lixo eletrônico. O centro se dedica a reciclar e dar um destino correto a produtos de informática, mas também recolhe pilhas e baterias. No Cedir e no prédio do Centro de Computação da USP há coletores de pilhas e baterias que depois são encaminhadas ao Banco Real, que tem o projeto papapilhas.  Aliás, o  papapilhas  pode ser usado por qualquer pessoa, pois os pontos de coleta ficam nas agências dos bancos Real e Santander.

Mas existem outros locais que aceitam pilhas e baterias. Vários condomínios na cidade de São Paulo têm programas voluntários de coleta seletiva que incluem pilhas e baterias. Se não for seu caso, há a opção de entregar as baterias de celulares nas lojas que vendem esses telefones. Eu mesma já levei celulares velhos para reciclagem em uma loja da Vivo. O mesmo acontece com baterias de notebooks, que podem ser encaminhadas ao fabricante. Aí já começa a complicar, não é mesmo? 

Achei no blog   Soldier Adventures  uma lista de postos de coleta para reciclagem de pilhas, baterias e outros materiais na cidade de São Paulo. Confira: 

-Zona Norte: Hipermercado Bergamini – Av. Luiz Stamatis – Jaçanã
-Zona Leste: Shopping Center Aricanduva – Av. Aricanduva, 5555
-Zona Sul: Hipermercado Extra Itaim – Rua João Cachoeira, 899 – Itaim Bibi
-Zona Oeste: Porto Seguro – Av. Pacaembu, 35 – Pacaembu
-Centro: Porto Seguro – Rua Dom José de Barros, 31 – República e Avenida Paulista, 91

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.