Setembro é mês de Expo Money

Denise Juliani

19 de setembro de 2012 | 17h51

 

Os investidores paulistanos já sabem, setembro é mês de Expo Money. A feira de investimentos e educação financeira que começou em 2003 na capital paulista e que é hoje, segundo seus organizadores, o maior evento deste tipo da América Latina. A novidade deste ano, quando comemora dez de existência, é a inclusão de temas como carreiras e empreendedorismo na grade de palestras e mesas redondas.

Entre os destaques da programação estão apresentações de especialistas bem conhecidos do público como Luís Carlos Ewald, que faz o quadro “Sr. Dinheiro” do programa Fantástico da Globo, com a palestra “Sobrou dinheiro! E agora?.

Outra referência em finanças pessoais é o professor Reinaldo Domingos, da empresa Dsop-Educação Financeira. Na quinta-feira, ele vai falar especialmente para as mulheres com a palestra “Eu mereço ter dinheiro – finanças para mulher” , mas também abordará o tema carreira, na sexta-feira, com a palestra “Educação financeira como uma nova profissão”.

Como ocorreu em anos anteriores, os aspectos psicológicos que limitam e até impedem o crescimento econômico dos indivíduos também serão examinados. Um dos destaques dentro desse assunto é a palestra da psicóloga Miriam Rodrigues: “Esquemas mentais e autonomia financeira – é possível uma educação emocional?”.

Estão programadas apresentações de empresas como Petrobrás, Vale, Souza Cruz e AES Brasil, entre outras, voltadas para investidores do mercado de ações. Mas o cardápio é amplo: planejamento financeiro, como sair das dívidas, como poupar para a aposentadoria, investimentos em imóveis, aspectos técnicos dos mercados de ações e renda fixa, Tesouro Direto, fundos de investimentos, coaching e até mercado agrícola.

Algumas palestras têm um atrativo a mais: além do conhecimento passado gratuitamente pelos especialistas, os participantes concorrem a R$ 1 mil em ações. São 15 oportunidades, distribuídas nos três dias da feira e estão marcadas com o cifrão ($) na grade de programação disponível do site, que, aliás, deve ser acessado por quem pretende ir à exposição.

Embora a entrada seja grátis, é preciso se inscrever pela internet. As palestras acontecem em várias salas, algumas no mesmo horário, por isso é importante conferir a escala e se programar. Experiência própria: não dá para participar de todas.

Em sua primeira edição em São Paulo, a feira recebeu quase 10 mil visitantes em um centro de eventos na Rua Frei Caneca, uma travessa da Avenida paulista. A expectativa para este ano é que 22 mil pessoas apareçam para conferir as últimas novidades em finanças pessoais no Expo Center Transamérica. Vale a pena conferir.

Estatística

Em 2003, seu primeiro ano, a Expo Money atraiu 9.182 visitantes. No ano seguinte, já subiu para 11.724, e a alta se manteve. Em 2005, foram 14.987; em 2006, foram 17.970; em 2007, 19.750. Em 2008, com a crise internacional, o número de visitantes caiu para 16.112. A recuperação veio aos poucos: em 2009 foram 18.650; em 2010, 18.506; e no ano passado, foram 20.171. A expectativa para este ano é que 22 mil pessoas apareçam para conferir as últimas novidades.

Serviço

Quando: Dias 20, 21 e 22 de setembro, das 13h às 22h e, no sábado, das 12h às 20h

Onde: Transamérica Expo Center, Pavilhões D e E – Rua Dr. Mário Vilas Boas Rodrigues, 387, São Paulo
Inscrições: aqui
Confira a programação aqui 

Tendências: