Um exagero?

Denise Juliani

15 de janeiro de 2009 | 21h22

O diabo não é tão feio como o pintam, diz o dito popular. Será que as demissões que já estão acontecendo no setor automotivo são um exagero, uma precipitação?
Reportagem desta sexta-feira do Jornal da Tarde mostra que enquanto algumas empresas demitem, a Volkswagen decidiu efetivar parte dos trabalhadores temporários e está organizando um banco de horas – se precisar suspender a produção por alguns dias, o trabalhador fica em casa e depois “paga” trabalhando a mais quando for necessário, ou seja, quando a demanda voltar a crescer. Isso é apostar na recuperação.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.