As 3 coisas que você precisa saber antes de investir

Sílvio Guedes Crespo

25 Setembro 2018 | 11h41

Aprender a investir parece uma coisa muito complicada ou até inacessível para algumas pessoas. Mas na verdade não é.

O que acontece é que tem muito detalhe, e se você vai atrás de conhecer os detalhes sem conhecer a lógica, você não entende mesmo.

É como quando uma criança está aprendendo a falar. Se os pais pegarem o dicionário e ficarem lendo as definições de cada palavra, a criança não vai aprender nada. A criança aprende quando é do interesse dela. Aprende a pedir o peito, pedir mamadeira, a chamar a mãe e o pai quando precisa, e por aí vai. Até que depois de um tempo ela está falando frases inteiras, depois contando histórias, depois batendo papo com os amigos, depois trocando mensagem de Whatsapp…

Assim como no seu processo de aprender a falar, no de aprender a investir o seu ponto de partida é o seu objetivo. Alguns exemplos de objetivos:

– Garantir uma boa aposentadoria;

– Comprar um imóvel;

– Fazer uma viagem;

– Pagar estudos dos filhos…

Uma vez definido o objetivo, você só vai ter que se preocupar com três coisas ao investir seu dinheiro:

– Quanto você pode ganhar (rentabilidade esperada);

– Quanto você pode perder (risco);

– Quando você vai poder resgatar o dinheiro (prazo).

Apenas isso. Fácil, não? Talvez pareça até óbvio, de tão simples que é. Mas, de fato, é só isso que você precisa saber para investir.

Verdade que existem muitos e muitos produtos de investimento. São seguramente mais de 15 mil no mercado brasileiro.

Saber a diferença entre CDB, LCA, LCI, Tesouro Direto, fundos de previdência, fundos imobiliários, ações, fundos de ações e tantos outros produtos é uma coisa que você vai aprender aos poucos, quase que naturalmente, se você tiver clareza do seu objetivo e desses três pilares fundamentais: a rentabilidade, o risco e o prazo.

Então, sempre que alguém oferecer a você um produto de investimento, as três únicas coisas que você precisa perguntar são essas: quanto você pode ganhar (já descontando todas as taxas e impostos), quanto pode perder e quando poderá resgatar o dinheiro.

Em geral, as pessoas se perdem em detalhes do tipo: “Tem Imposto de Renda?”. Na verdade, o que você quer saber não é se tem IR, e sim qual a rentabilidade esperada. Por exemplo, o CDB tem IR, e a LCI não. Mesmo assim, pode haver CDB que dê uma rentabilidade maior do que uma LCI.

O pulo do gato está em você sempre perguntar quanto você pode ganhar já descontados todos os impostos e taxas.

Verdade que o Diabo mora nos detalhes. Verdade que você pode descobrir tardiamente algumas armadilhas. Por exemplo, às vezes o que o seu banco cobra para você transferir o dinheiro para uma corretora pode corroer todo o seu ganho.

Sim, existem detalhes no mercado que podem fazer você perder dinheiro à toa. O bom investidor não é aquele que nunca erra, que nunca cai em uma “pegadinha”, que só acerta. O bom investidor é aquele que assume riscos de forma controlada e aprende com os erros.

DESPEDIDA

Com este artigo eu encerro minhas colaborações ao Estadão e também a minha carreira na área de finanças.

Embora eu goste muito desse trabalho, embora eu seja uma pessoa que adora brincar com números e que acha planilha uma coisa mágica, recentemente eu descobri uma vocação que mexe diretamente com o meu coração, que é ajudar pessoas tímidas a se desinibirem.

Eu fui uma pessoa extremamente tímida e com o tempo superei. Só que o meu processo de superação, como o de grande parte das pessoas, foi bem lento, cansativo e doloroso.

Analisando a minha trajetória e estudando as ferramentas que existem para acelerar o processo, descobri que eu poderia ter superado tudo isso de forma bem mais rápida.

Sei que existem muitas pessoas que são tímidas e que estão percorrendo o mesmo caminho errado que eu percorri. Por isso, resolvi mudar de área de atuação e agora estou ensinando as pessoas a não cometerem os mesmos erros que eu cometi, e assim possam se desinibir de forma bem mais rápida que a minha.

Se por acaso a timidez atrapalha de alguma forma a sua vida, e se você gostaria de ser uma pessoa mais desinibida, então você pode participar do workshop online que eu montei para compartilhar o que eu aprendi com a minha própria vivência e com o estudo de ferramentas para combater a timidez. A inscrição é gratuita e é feita neste link. A quem interessar criei também um canal no Youtube sobre como enfrentar a timidez.

Foi um grande prazer dividir meus conhecimentos de finanças com você, e será um grande prazer poder ajudar você também a se desinibir, caso seja do seu interesse.

Um grande abraço e até a próxima!

Sílvio Crespo