O Especialista responde

Claudio Marques

09 de julho de 2013 | 08h02

‘Pequena empresa pode ter programa de participação nos lucros? É usual?’

O programa de participação nos lucros e resultados é uma ferramenta gerencial que incentiva o empenho e a participação dos colaboradores no alcance das metas da empresa.
A estratégia é cada vez mais adotada pelas companhias, inclusive de pequeno porte, para aumentar a produtividade, qualidade e motivação da equipe. Os incentivos financeiros favorecem a atração, retenção e o comprometimento dos colaboradores.
Mas implementar um programa desse tipo requer cuidados. Em primeiro lugar, defina objetivos e metas a serem alcançados, por área e/ou individualmente. Cada área deve determinar indicadores e critérios de medição e monitoramento. Por exemplo, o aumento da satisfação dos clientes e elevação das vendas para 85%. O acompanhamento dos índices permite tomar decisões mais rápidas e efetivas.
Estabeleça o período de duração do plano e defina se haverá ou não distribuição proporcional dos lucros nos casos em que a meta alcançou 80% ou 90%, por exemplo.
A aprovação do programa por uma comissão de colaboradores e representantes do sindicato é outro ponto importante para a sua credibilidade. O programa deve ser transparente para mantê-los motivados e cientes do papel que desempenham na empresa. As informações compartilhadas reforçam objetivos, metas e resultados a serem alcançados.

Suely Mioto, consultora do Sebrae

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.