O especialista responde

Claudio Marques

27 de agosto de 2013 | 08h14

‘Como saber se já existe registro de patente para uma ideia que tenho?’ 

Quando se fala do assunto patente, o empresário torce o nariz: seja pelos altos custos, pelo processo burocrático necessário para conquistá-la ou pelo longo período de execução.

Contudo, é de extrema importância que o empresário se preocupe em obter a propriedade intelectual sobre um produto ou processo desenvolvido dentro de sua empresa. Assim, conseguirá se beneficiar dos resultados de sua invenção de maneira segura.

Existem empresas específicas no mercado para ajudar nesse processo. No entanto, existem ferramentas disponíveis gratuitamente na internet que permitem ao empresário pesquisar sobre a invenção para qual se pretende solicitar o registro.

Outra possibilidade que existe ao garimpar os ambientes de busca de registros de patentes é que os resultados podem servir como fonte de inspiração para o empresário descobrir demandas ainda não atendidas pelo mercado nacional e criar novas soluções para elas.

A base para consultar os pedidos de patentes registrados no País é a do Instituto Nacional de Propriedade Industrial (http://www.inpi.gov.br/).

Entretanto, sugere-se também realizar buscas nas bases de informações em nível mundial que contemplem em seu escopo os pedidos internacionais. Desta maneira, terá acesso a um rol de informações mais abrangentes.
Acessando o site da Organização Mundial de Propriedade Intelectual (http://patentscope.wipo.int/) é possível ter conhecimento sobre os registros de patentes ao redor do mundo. O empresário também pode entrar em contato com o Sebrae-SP e solicitar o “Guia para pesquisas de registro de patentes”.

Rodolfo Ribeiro, consultor de inovação do Sebrae-SP

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.